3 eventos ao vivo

Bitcoin passa dos US$ 8 mil e atinge maior valor desde julho de 2018

Apesar de não serem consideradas um investimento seguro, as criptomoedas têm provado sua capacidade ...

15 mai 2019
12h41
  • separator
  • 0
  • comentários

Nesta semana, o Bitcoin atingiu o pico de US$ 8.323,64, valor mais alto da moeda digital em um período de quase 10 meses. Essa marca está longe da época de outro do Bitcoin, quando, em dezembro de 2017, ele chegou a valer US$ 20 mil. A especulação, o ceticismo e as leis mais rígidas para a negociação de criptomoedas derrubaram a cotação da moeda já no início de 2018.

Não há uma explicação palpável para a alta dos últimos dias. O que se sabe é que, exatamente na última segunda (13/05), teve início, em Nova York, o Consensus 2019, um encontro anual para discutir assuntos voltados à tecnologia de criptomoedas e blockchain. Curiosamente, a cotação do Bitcoin também teve alta durante a realização do evento nos anos anteriores — este ano, o evento termina no dia 15 de maio.

Bitcoin atinge maior alta desde julho do ano passado. (Fonte: Coindesk/Reprodução)
Bitcoin atinge maior alta desde julho do ano passado. (Fonte: Coindesk/Reprodução)
Foto: TecMundo

Alguns analistas associaram a alta do Bitcoin à guerra comercial entre os EUA e a China, alegando que o fato contribuiu para baixar o sentimento geral de risco de mercado. De qualquer forma, eles ainda não recomendam a moeda como um investimento seguro.

 O Bitcoin é uma caixinha de surpresas

Na terça-feira (07), um grupo hacker invadiu a Binance e levou 7 mil BTC da exchange. Naquela data, esse montante era equivalente a US$ 40 milhões. Historicamente, após roubos como esse, a cotação da cripto caiu, ao contrário do que aconteceu esta semana.

David Thomas, da exchange GlobalBlock, disse que "a quebra de um nível de suporte de US$ 6 mil, na semana passada, estimulou o interesse de investidores". Já Lukman Otunuga, analista de pesquisa da FTXM, informou que a média da variação dos últimos 50 dias está acima da média da variação dos últimos 200 dias, o que é um ponto favorável.

Até o momento, o Bitcoin acumula uma alta de 119% para 2019. Talvez seu amadurecimento e os investimentos de grandes empresas em tecnologias baseadas na rede blockchain propiciem uma maior estabilidade para as criptomoedas daqui em diante.

TecMundo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade