2 eventos ao vivo

Bitcoin é mais aposta especulativa do que ativo seguro

Essa é a avaliação de agentes de mercado após as recentes valorizações da criptomoeda em relação às ações norte-americanas

6 ago 2019
13h35
atualizado em 7/8/2019 às 09h39
  • separator
  • 0
  • comentários

A recente valorização do bitcoin enquanto ações despencaram com as tensões comerciais entre Estados Unidos e China é reflexo não de suas credenciais de moeda porto-seguro, mas sim de seu potencial de ganhos rápidos, disseram operadores de criptomoedas e moedas estrangeiras na terça-feira (6).

A criptomoeda subiu mais de 7% na segunda-feira enquanto ações norte-americanas caíram 3%. Ativos mais seguros, desde o iene japonês, o ouro e até títulos do governo - que devem manter ou ganhar valor em meio a mercados turbulentos - também recuaram, com os investidores se queixando do impacto da guerra comercial iniciada por Donald Trump sobre a economia mundial.

08/12/2017
REUTERS/Dado Ruvic/Illustration/File Photo - RC1B687DB310
08/12/2017 REUTERS/Dado Ruvic/Illustration/File Photo - RC1B687DB310
Foto: Reuters

Entusiastas de criptoativos disseram que os movimentos mostram que o bitcoin está alcançando seu potencial como porto seguro. O bitcoin, diz o argumento deles, é imune ao impacto das tensões geopolíticas ou de interferência governamental por causa de sua natureza descentralizada.

Ao contrário do dinheiro fiduciário emitido por governos, o bitcoin é produzido por mineradores em todo o mundo que investem pesado para terem computadores capazes de resolverem complexos problemas matemáticos no menor intervalo possível. A oferta também é limitada a 21 milhões, uma escassez que os entusiastas dizem que confere à moeda um valor inato, como metais raros.

E a correlação entre ações em queda e o bitcoin em alta parece se manter.

Depois de grandes eventos que movimentaram o mercado ao longo do último ano, incluindo a ameaça do presidente norte-americano, Donald Trump, na semana passada, de aumentar as tarifas sobre importações chinesas, o bitcoin saltou enquanto as ações despencaram.

Desde a ameaça de Trump na quinta-feira, o bitcoin subiu 23% contra uma queda de 4,6% no S&P 500. Uma semana depois de o presidente dos EUA ter tuítado em maio que aumentaria as tarifas contra a China, o bitcoin subiu 41% contra uma queda de 3,8% nas ações dos EUA.

Em tempos de flutuações do mercado, os investidores tendem a mover pequenas proporções de seus portfólios para o bitcoin, disse Marcus Swanepoel, presidente-executivo da plataforma de criptomoeda Luno, com sede em Londres.

Mas os movimentos do bitcoin mostram menos suas característica

s de porto seguro do que seu potencial para ganhos extraordinários, acrescentou.

"Se você está errado, você não está perdendo muito dinheiro, mas se você está certo, estamos falando de grandes retornos", disse Swanepoel.

Mas qualquer correlação com o comportamento de ativos seguros mais tradicionais é provavelmente mais uma tendência de curto prazo do que uma indicação de qualquer coisa a longo prazo, de acordo com o analista Fayad Razaqzada, da Forex.com.

O histórico do bitcoin de ataques de hackers e roubos de carteiras também prejudica suas credenciais para se comparar com o ouro, disse Razaqzada, acrescentando, porém, que em teoria a moeda digital poderia servir como ativo seguro.

"Se as bolsas resolverem a questão da cibersegurança, ela poderia se tornar no longo prazo um porto seguro", disse ele.

Veja também

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade