PUBLICIDADE

Biblioteca digital gratuita é lançada pelo governo de SP

Com um acervo de mais de 15 mil títulos, a plataforma oferece um aplicativo com conteúdo variado para os usuários

24 jun 2022 - 20h12
Ver comentários
Publicidade

Disponível desde o dia 9 de junho, a BibliON é uma biblioteca digital criada pelo governo do estado de São Paulo. Com ela, qualquer usuário pode conferir uma grande quantidade de e-books e audiolivros sem pagar nada por isso. Obras como Leite Derramado, de Chico Buarque, e Relato de um Náufrago, de Gabriel García Márquez, fazem parte do extenso acervo.

BibliON
BibliON
Foto: Divulgação / Governo de SP / Tecnoblog

Com um investimento de R$ 10 milhões, a iniciativa ainda vai receber R$ 5 milhões anualmente do governo de SP. Dessa forma, os desenvolvedores esperam aumentar constantemente a interação com as 330 bibliotecas municipais que fazem parte do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas (SisEB).

O acervo tem mais de 15 mil títulos de todos os gêneros. Além disso, ele oferece clubes de leitura, podcasts, workshops e atividades culturais e de formação profissional. O objetivo é aumentar a quantidade de usuários tanto do serviço digital quanto das bibliotecas físicas, já que todo o conteúdo será conectado de alguma forma.

Sérgio Sá Leitão, secretário de Cultura e Economia Criativa, afirmou na postagem no site oficial:

A BibliON vai permitir que a gente amplie o acesso e estimule o hábito da leitura. A nova plataforma tem o mesmo status e importância das bibliotecas estaduais e do sistema SiSEB. Uma instituição de caráter continuo e permanente, que acompanhará toda a evolução tecnológica e das pessoas. A BibliON será um poderoso instrumento para que o Brasil se torne um país de leitores. Neste primeiro ano de funcionamento, cada título do acervo de 15 mil livros será lido 1 milhão de vezes.

As pessoas já podem baixar o app tanto para Android quanto para iOS e curtir uma leitura.

Acervo variado e regras da BibliON

Primeiramente, o aplicativo já oferece muitas obras distintas. Há romances, livros de poesia, ficção científica etc. Por outro lado, mesmo sendo tudo gratuito, o usuário ainda precisa realizar um cadastro para ter acesso ao catálogo.

Além dos dados comuns como nome completo e e-mail, o app pede por um CEP do estado de SP para liberar a inscrição. Após completar, o indivíduo passa a ter total acesso ao conteúdo da biblioteca digital.

A partir daí, ações como organizar listas, adicionar favoritos, compartilhar nas redes sociais e acompanhar as estatísticas de uso são liberadas. A pessoa pode fazer o seu planejamento do que quer ler no futuro, por exemplo.

Por fim, vale destacar que a BibliON permite o empréstimo de apenas dois itens por vez. Dando ao leitor 15 dias para aproveitar a leitura. Só é possível fazer a renovação da obra caso ela não esteja reservada.

O que você achou dessa iniciativa? Pretende usar os serviços da plataforma?

Com informações: BibliON.

Biblioteca digital gratuita é lançada pelo governo de SP

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade