PUBLICIDADE

AT&T vende DirecTV Go e Sky Brasil após prejuízo de US$ 4,6 bilhões

Vrio, controladora da DirecTV e Sky Brasil foi vendida ao Grupo Werthein em meio a desconexões no setor de TV paga; valor do negócio não foi divulgado

21 jul 2021 20h55
| atualizado em 22/7/2021 às 17h55
ver comentários
Publicidade

A Vrio Corp, subsidiária da AT&T que controla empresas como Sky Brasil e DirecTV Go, foi vendida para o Grupo Werthein, uma empresa argentina que atua com serviços financeiros, agricultura e telecomunicações. O valor do negócio não foi divulgado e compreende as operações da América Latina e Caribe.

App do DirecTV Go
App do DirecTV Go
Foto: Reprodução/App Store / Tecnoblog

O acordo entre AT&T e Grupo Werthein compreende 100% do patrimônio da Vrio, incluindo a Sky no Brasil, a DirecTV na América Latina e o serviço de IPTV DirecTV Go. Ao todo, são 10,3 milhões de assinantes distribuídos na Argentina, Brasil, Barbados, Chile, Colômbia, Curaçao, Equador, México, Peru, Trindade e Tobago e Uruguai

A transação não inclui as operações de banda larga na Colômbia, e nem o interesse da AT&T na Sky mexicana, operada pelo grupo Televisa. Apesar do valor da venda não ter sido divulgado, a Vrio tem um prejuízo de US$ 4,6 bilhões que deverá ser assumido pelo grupo comprador.

O negócio ainda precisa ser aprovado por órgãos reguladores, incluindo o Cade e a Anatel por conta da operação brasileira da Sky. A AT&T afirma que todos os colaboradores continuarão na operação até a conclusão do acordo, e os funcionários da Vrio das operações regionais serão transferidos para o Grupo Werthein.

Para a AT&T, o desinvestimento da Vrio permitirá um aumento no foco em investimentos de conectividade. A empresa é a maior operadora de telecomunicações dos Estados Unidos, com mais de 180 milhões de clientes de telefonia móvel e extensa base de assinantes de TV e banda larga fixa.

AT&T comprou DirecTV por US$ 49 bilhões em 2014

Em 2014, a AT&T comprou a DirecTV por US$ 49 bilhões. Esse valor também incluiu a operação de TV paga nos Estados Unidos, que não foi vendida ao Grupo Werthein.

Em 2021, dá pra dizer que a aquisição da DirecTV foi um péssimo negócio para a AT&T. A empresa comprou uma grande operadora de TV por assinatura num momento em que muitos usuários trocaram o serviço tradicional por apps de streaming como Netflix e Amazon Prime Video. Nos Estados Unidos, o impacto foi ainda maior com o surgimento de plataformas de IPTV como o YouTube TV ou Sling TV.

No Brasil, o setor de TV paga também está derretendo: quase 5 milhões de contratos foram desativados nos últimos cinco anos; considerando apenas a Sky, houve redução de 1,4 milhão de assinantes.

Os planos atuais da Sky são muito caros: a operadora recentemente lançou um novo decodificador com sistema operacional Android TV que só está disponível em planos a partir de R$ 319,90 por mês. A operadora perde clientes para plataformas de streaming que custam muito menos, mas principalmente para serviços piratas de IPTV, que costumam vender o pacote completo por menos de R$ 40 mensais.

Uma aposta promissora da Vrio foi o lançamento do DirecTV Go, um serviço legítimo de IPTV que tem canais de TV paga por um preço razoável. No entanto, o aumento de 17% na mensalidade não agradou o público e há grande concorrência com outras plataformas, como o Claro Box TV.

AT&T vende DirecTV Go e Sky Brasil após prejuízo de US$ 4,6 bilhões

Tecnoblog
Publicidade
Publicidade