0

Apple diz que cobra taxa de menos de 1% dos usuários do Spotify

24 jun 2019
15h54
  • separator
  • 0
  • comentários

O serviço de streaming de música Spotify paga a Apple uma taxa de 15% sobre cerca de 680 mil dos seus 100 milhões de clientes premium, divulgou a Apple em resposta à reclamação do Spotify com reguladores antitruste europeus.

.
01/04/2018
REUTERS/Dado Ruvic
. 01/04/2018 REUTERS/Dado Ruvic
Foto: Reuters

Os clientes premium pagam uma taxa mensal ou estão em uma avaliação gratuita do serviço premium da Spotify, que é livre de anúncios. O Spotify tem um total de 217 milhões de clientes, incluindo usuários de seu serviço gratuito.

A Apple concorre diretamente com o Spotify com seu serviço Apple Music. Em março, o Spotify entrou com uma queixa junto aos reguladores da União Europeia dizendo que o controle da Apple sobre a App Store, incluindo taxas cobradas por pagamentos pela loja, tornava injustamente difícil para rivais competir por assinantes de música.

A Apple cobra uma taxa de 30% para compras dentro de aplicativos feitas através da App Store, uma taxa que cai para 15% nas compras de assinatura após um ano.

A Apple informou que o Spotify usou seu sistema de pagamentos da App Store entre 2014 e 2016. Como os 680 mil clientes premium do Spotify que se inscreveram durante esse período estão pagando há mais de um ano, o Spotify paga à Apple uma taxa de 15%, disse a Apple em sua resposta.

A Apple também disse que o Spotify não pagou nada pelos assinantes premium que se inscreveram nos últimos três anos porque o Spotify não usou o sistema de compra da Apple.

O Spotify se recusou a comentar os números. A Apple apresentou sua resposta em 31 de maio, mas os documentos não foram divulgados. O jornal alemão Der Spiegel havia divulgado anteriormente os números da resposta da Apple.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade