0

Após evento, Apple sobe preços de produtos e iPad mais caro chega a R$ 20 mil

Dependendo dos modelos, alta nos preços pode chegar a mais de R$ 3 mil em um único produto; segundo empresa, principal fator para reajuste é mesmo a desvalorização do real frente ao dólar nos últimos meses

15 set 2020
19h06
atualizado às 19h22
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Após o anúncio dos novos modelos de Apple Watch e iPad nesta terça-feira, 15, a Apple subiu o preço de modelos antigos dos aparelhos no Brasil.

O preço do iPad Pro de 12,9 polegadas, por exemplo, aumentou R$ 2 mil em sua versão mais simples, chegando ao valor de R$ 12,5 mil, enquanto o Apple Watch 3 teve aumento de R$ 700 na versão de 44mm, chegando a R$ 2.950. Os preços do iPhone não tiveram variação - é bastante possível que isso aconteça apenas quando novos modelos do aparelho sejam lançados. A expectativa é que o novo iPhone seja anunciado em outubro.

O aumento de preços se deve provavelmente à alta do dólar: nos Estados Unidos, os preços do modelos antigos continuaram os mesmos após o evento. O movimento é contrário ao que aconteceu nos últimos anos, em que os preços de aparelhos mais velhos costumavam cair com o lançamento dos novos modelos.

O preço do iPad mini também aumentou: o modelo de 64GB, que custava R$ 4,1 mil, foi para R$ 4,8 mil. O modelo de iPad Pro de 11 polegadas também teve aumento: a versão mais simples, de 128GB, agora custa R$ 10 mil, contra R$ 8,5 mil antes do evento.

Já a versão mais cara do aparelho, com tela de 12,9 polegadas, 1 TB de armazenamento e conectividade 4G, chegou a subir mais de R$ 3 mil - saltou de R$ 16.849 para R$ 20 mil.

Além disso, a versão mais simples do Apple Watch 3 viu seu preço aumentar de R$ 2 mil para R$ 2,6 mil. Nesta terça, a quinta geração do relógio inteligente parou de ser vendida tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos.

Evento teve lançamentos de iPad, Apple Watch e serviços

A Apple anunciou nesta terça dois novos modelos de relógio inteligente: o Apple Watch Series 6, que tem um recurso de medição de oxigênio no sangue, e o Apple Watch SE, uma versão mais simples do relógio. Os dois aparelhos têm preço inicial no Brasil de R$ 5,3 mil e R$ 3,8 mil, respectivamente.

A empresa também anunciou o iPad 8, por R$ 4 mil, e o novo iPad Air, por R$ 7 mil. O evento também teve novidades na área de serviços: a Apple lançou o Apple One, um 'pacotão' de assinaturas que chegará ao Brasil a partir de R$ 26,50.

Veja também:

Apple Event: 3 detalhes que merecem destaque
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade