7 eventos ao vivo

Amazon reconsidera instalação de sede em Nova York após críticas

Políticos locais não concordam com os benefícios tributários que seriam oferecidos à empresa, segundo reportagem do Washington Post

8 fev 2019
19h06
atualizado às 19h18
  • separator
  • 0
  • comentários

A Amazon está reconsiderando a localização de parte de sua nova sede em Nova York, no Estados Unidos, devido a oposições de políticos locais, que não concordam com os benefícios tributários que seriam oferecidos à empresa. A informação é do jornal Washington Post, que conversou com duas fontes familiarizadas com o assunto. Segundo a reportagem, a gigante de tecnologia ainda não comprou o terreno de sua nova sede.

O novo prédito faz parte de um projeto de expansão da Amazon, divulgado em novembro do ano passado. A empresa disse que iria ampliar sua estrutura corporativa localizada em Seattle, nos Estados Unidos, com a instalação de novas sedes em Nova York e em uma área no norte do estado de Virgínia, gerando 25 mil empregos. A oportunidade de ser a nova sede da gigante foi disputada por 20 cidades, devido à promessa de empregos e aquecimento da economia.

A Amazon planeja investir US$ 5 bilhões nos dois novos centros administrativos e espera receber mais de US$ 2 bilhões em créditos fiscais e incentivos.

Segundo a reportagem, a recepção dos políticos locais de Nova York foi muito diferente da dos legisladores de Virgínia. No caso de Virgínia, o governador Ralph Northam assinou uma lei autorizando US$ 750 milhões em subsídios estatais para a nova sede.

Ainda não há um plano concreto para o abandono da sede de Nova York, afirmou o jornal. Também não há informações de que a Amazon esteja considerando algum outro lugar para substituir Nova York.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade