PUBLICIDADE

Alibaba reestrutura operações de comércio eletrônico e anuncia novo diretor financeiro

6 dez 2021 13h36
| atualizado às 15h15
ver comentários
Publicidade

O Alibaba disse que vai reorganizar suas operações de comércio eletrônico internacionais e na China e anunciou um novo diretor de finanças. As mudanças ocorrem no momento em que a companhia é desafiada por forte concorrência, desaceleração econômica e pressão regulatória.

Escritório do Alibaba Goup, em Pequim, China
05/01/2021
REUTERS/Thomas Peter
Escritório do Alibaba Goup, em Pequim, China 05/01/2021 REUTERS/Thomas Peter
Foto: Reuters

O Alibaba formará duas novas unidades - comércio digital internacional e comércio digital na China. A medida, segundo a empresa, é parte dos esforços para se tornar mais ágil e acelerar o crescimento.

A unidade de comércio digital internacional incluirá o AliExpress, seu negócio de comércio eletrônico no sudeste asiático Lazada e o Alibaba.com, que está mais focado na venda para clientes comerciais no exterior.

A unidade será chefiada por Jiang Fan, que era responsável pelos principais 'marketplaces' de varejo na China. A mudança é vista como em linha com o objetivo do Alibaba de fazer da 'globalização' um dos foco principais da empresa, assim como são a computação em nuvem e o consumidor doméstico (chinês).

A globalização "ajuda o Alibaba a obter novo volume de tráfego externo (e) a buscar um novo potencial de crescimento enquanto a China vem aumentando a supervisão", disse Danny Law, analista do Guotai Junan, de Hong Kong.

Já a unidade de comércio digital na China incluirá os dois principais marketplaces do Alibaba, o Tmall para marcas estabelecidas e o Taobao, que recebe todos os tipos de lojistas. A área será liderada por Trudy Dai, que já supervisionou várias plataformas da empresa.

A nova estrutura para comércio eletrônico doméstico coloca Dai no comando de todos os marketplaces de varejo da China.

"Isso pode desbloquear mais sinergias por meio de vendas cruzadas e integração da cadeia de suprimentos", disse ela.

O Alibaba também anunciou que o vice-diretor financeiro Toby Xu sucederá Maggie Wu como diretor financeiro a partir de abril. Xu ingressou no Alibaba vindo da PWC há três anos.

Atingido pelo crescimento mais fraco da economia e pela competição feroz de uma infinidade de rivais, o Alibaba reduziu no mês passado a projeção de crescimento de receita anual para o ritmo mais lento desde sua estreia no mercado de ações, em 2014. A empresa também viu as vendas do festival de compras online do Dia do Solteiro expandirem no menor ritmo de todos os tempos.

Além disso, a repressão de reguladores chineses a setores incluindo o de tecnologia, especialmente em questões antitruste, fez o Alibaba abandonar q exigência que lojistas operassem com exclusividade em suas plataformas. A empresa foi multada em um recorde de 18 bilhões de yuans (2,8 bilhões de dólares), em abril, por abusar de sua posição dominante no mercado.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade