1 evento ao vivo

Airbnb Aventuras: conheça o novo serviço de passeios da startup

Com preços a partir de US$ 79, serviço terá hospedagem e excursões; meta é levar turista para 'experiências profundas e longe de grandes cidades'

13 jun 2019
08h55
  • separator
  • comentários

Visitar uma cidade fantasma na Califórnia. Coletar, preparar e comer alimentos na Ilha de Galápagos. Caminhar ao lado de leões no Quênia. A partir desta quinta-feira, 13, estas são algumas das 200 opções de excursões que os usuários do Airbnb poderão contratar dentro da plataforma, em um novo serviço oferecido pela startup americana. Chamado de Aventuras, os pacotes incluem não só passeios e guias certificados pela plataforma, mas também a hospedagem. É a primeira vez que a empresa, fundada em 2008, oferece um produto integrado desta forma.

"As Aventuras são experiências de múltiplos dias, normalmente longe de grandes cidades. Nossa meta é tornar fácil ter uma experiência profunda, com preço acessível e que a maioria das pessoas não consegue achar no Google", explica Joe Zadeh, vice-presidente da área de Experiências do Airbnb, em entrevista exclusiva ao Estado. Um dos primeiros engenheiros do Airbnb, Zadeh vê o novo serviço como uma extensão natural de algo que a empresa já fazia - as Experiências, serviços de passeios guiados criados pelos próprios usuários da plataforma, lançadas em novembro de 2016 e hoje presentes em mais de mil cidades no mundo.

Será uma experiência íntima: todas as excursões serão realizadas para pequenos grupos, com capacidade máxima de 12 pessoas. Os valores, promete o Airbnb, devem caber em todos os bolsos: há opções de excursões entre US$ 79, para uma viagem de uma noite, até mais de US$ 5 mil, por uma caminhada de 10 dias. Segundo a empresa, os pacotes são todos exclusivos do Airbnb ou realizados por pequenos operadores locais.

"Nós avaliamos todos os passeios oferecidos para saber se o anfitrião responsável tem de fato conhecimento sobre o assunto", diz Zadeh. Além disso, a startup também vistoria se os passeios - muitos deles envolvendo turismo natural - têm níveis de segurança adequados. Assim como já acontece no serviço de hospedagem do Airbnb, os turistas também poderão deixar avaliações no sistema, que auxiliarão a empresa a manter um nível de qualidade no longo prazo.

Nesta fase inicial das Aventuras, a empresa pretende ainda oferecer um passeio específico em "edição limitada": com duração de 12 semanas, a "Volta ao Mundo em 80 Dias" pretende recriar a jornada de Phileas Fogg, protagonista do livro homônimo do francês Jules Verne, nos dias modernos. A viagem parte de Londres no dia 1º de setembro de 2019 e é uma das Aventuras mais caras da plataforma: € 4,4 mil euros.

Escape

Na visão do executivo do Airbnb, as aventuras são uma proposta de sua empresa para descentralizar o turismo global - que ele acredita estar "quebrado". "Hoje, as pessoas gastam muito dinheiro para cumprir itens de uma lista de turismo, mas não entendem a cultura local", diz ele. "As experiências podem ser um antídoto ao turismo de massas."

Outro ponto importante é que apostar em turismo longe dos grandes centros pode diminuir os problemas para a empresa - em diversas cidades, nos EUA e na Europa, o Airbnb tem enfrentado reguladores e sido acusado de contribuir para aumento nos custos de aluguel para habitantes locais, bem como na gentrificação de bairros populares.

Oferecer pacotes de excursões também é um passo importante na trajetória do Airbnb para ter soluções completas de turismo - recentemente, a empresa contratou executivos para uma nova área de transportes. Especula-se que a divisão poderá cuidar de passagens aéreas, uma peça importante do quebra-cabeça de viagens hoje em dia. "Não tenho detalhes, mas estamos animados para cuidar de todas as partes de viagem. É um sinal do futuro para nós."

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade