6 eventos ao vivo

Adolescente alega inocência em caso envolvendo ataque hacker ao Twitter

4 ago 2020
18h46
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Um adolescente de 17 anos da Flórida acusado de estar por trás do ataque hacker contra contas verificadas do Twitter, incluindo a do candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, e do presidente da Tesla, Elon Musk, alegou inocência nesta terça-feira.

Graham Ivan Clark, 17, posa para foto feita pela polícia de Tampa, Flórida. Ele é acusado de envolvimento em ataque hacker contra o Twitter. 31/7/2020.  Hillsborough County Sheriff's Office/Handout via REUTERS.
Graham Ivan Clark, 17, posa para foto feita pela polícia de Tampa, Flórida. Ele é acusado de envolvimento em ataque hacker contra o Twitter. 31/7/2020. Hillsborough County Sheriff's Office/Handout via REUTERS.
Foto: Reuters

Graham Clark disse ao juiz Christopher Nash, em Tampa, que é inocente nas 30 acusações de fraude abertas por promotores contra ele, segundo registros do tribunal.

Clark deve aparecer novamente em uma audiência na quarta-feira sobre pedido de mudança na fiança de 750 mil dólares e condições para sua soltura. O advogado de Clark, David Weisbrod, não retornou pedidos de comentários.

Um jovem britânico de 19 anos e um rapaz de 22 anos de Orlando, na Flórida, também são acusados de terem participado do ataque, afirmou o Departamento de Justiça dos EUA.

Clark conseguiu pelo menos 100 mil dólares com o ataque que usou as contas das celebridades para pedidos de investimento a outros usuários do Twitter, disseram as autoridades.

Mason Sheppard, o jovem de 19 anos de Bognor Regis, Inglaterra, que usa o apelido Chaewon, é acusado de fraude eletrônica e lavagem de dinheiro e o rapaz de 22 anos, Nima Fazeli, apelido Rolex, é acusado de ajudar nos crimes, segundo o departamento.

O ataque envolveu envio de tuítes fraudulentos a partir das contas verificadas do Twitter. Os tuítes pediam investimentos em moeda digital bitcoin e foram publicados em meados de julho por 45 contas verificadas na plataforma. O ataque também envolveu contas do ex-presidente norte-americano Barack Obama e do bilionário Bill Gates. O Twitter informou que os hackers provavelmente também leram algumas mensagens diretas.

Veja também:

Como a Tesla fez de Musk a 2ª pessoa mais rica do mundo
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade