0

Activision firma acordo com ESPN e Disney XD para transmitir ao vivo a liga de esportes eletrônicos de Overwatch

11 jul 2018
15h46
atualizado às 15h58
  • separator
  • comentários

A Activision Blizzard assinou um acordo de vários anos com a ESPN e Disney XD nesta quarta-feira para a cobertura ao vivo da sua liga de esportes eletrônicos Overwatch, em meio a crescente popularidade desse tipo de evento.

Jogadores cdisputam semifinais da Liga de Overwatch enquanto torcedores interagem entre si em Burbank, Estados Unidos
06/05/2018 REUTERS/Andrew Cullen
Jogadores cdisputam semifinais da Liga de Overwatch enquanto torcedores interagem entre si em Burbank, Estados Unidos 06/05/2018 REUTERS/Andrew Cullen
Foto: Reuters

Em janeiro, a Activision lançou a liga profissional de esportes eletrônicos em torno de seu popular videogame de tiro, que tem mais de 40 milhões de jogadores em todo o mundo.

As "Grandes Finais" da liga, que serão transmitidas pela ESPN, marcam a primeira vez que competições ao vivo dos chamados e-sports vão ser transmitidos na rede em horário nobre, e será a primeira transmissão de um campeonato de esporte eletrônico na ABC, disseram as empresas.

"Essa colaboração geral com a Disney/ABC, ESPN e Blizzard representa nosso compromisso contínuo com os e-sports", disse Justin Connolly, vice-presidente executivo de vendas e marketing de afiliados da Disney e da ESPN Media Networks.

No início deste ano, a Activision anunciou um contrato de dois anos para transmitir as duas primeiras temporadas da liga no Twitch, da Amazon.com.

Esportes eletrônicos se referem a eventos que vão desde jogos virtuais de guerra até partidas de futebol simuladas por computador que frequentemente envolvem a disputa em torneios de grandes prêmios.

Cerca de 427 milhões de pessoas devem assistir a videogames em todo o mundo em 2019, segundo a empresa de pesquisa de mercado Newzoo.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade