1 evento ao vivo

Ações da Portugal Telecom recuam mais de 20% em Lisboa

Na sexta-feira, a ação da Portugal Telecom, que se fundiu com a brasileira Oi, já tinha fechado em queda de 9%.

20 out 2014
10h26
atualizado às 11h31
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>A PT SGPS detém apenas uma participação de 25,6% na Oi e dívida de cerca de 900 milhões de euros</p>
A PT SGPS detém apenas uma participação de 25,6% na Oi e dívida de cerca de 900 milhões de euros
Foto: Nacho Doce / Reuters

As ações da Portugal Telecom caíram mais de 20% nesta segunda-feira, pressionadas por um relatório negativo divulgado pelo banco Morgan Stanley na sexta-feira. O relatório indicou preço-alvo de 0,79 euro (aproximadamente R$ 2,47) para a ação, bem abaixo de sua cotação atual.

"A Portugal Telecom continua pressionada pelo relatório do Morgan Stanley, que aponta um preço-alvo de 0,79 euro. Temos visto um progressivo desmoronamento", disse Gualter Pacheco, operador na GoBulling, em Porto.

Na sexta-feira, a ação da Portugal Telecom, que se fundiu com a brasileira Oi, já tinha fechado em queda de 9%.

Às 8h46 (horário de Brasília), a ação do grupo português caía 22,57%, a 0,94 euro. O índice da bolsa de Lisboa tinha queda de 1,37% no mesmo horário.

A companhia listada PT SGPS não tem diretamente qualquer negócio de telecomunicações do grupo em Portugal pois eles são detidos pela PT Portugal.

A PT SGPS detém apenas uma participação de 25,6% na Oi e dívida de cerca de 900 milhões de euros (aproximadamente R$ 2,8 bilhões) de empréstimo não pago pela holding Rioforte.

Curso de investimento na Bolsa de Valores Curso de investimento na Bolsa de Valores
Quer começar a investir na Bolsa? Aprenda sobre ações, pregão eletrônico e como realizar os investimentos. Curso certificado pelo MEC, inscreva-se e comece já!

Veja também:

Veja como funciona a Bixby, assistente de voz da Samsung
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade