1 evento ao vivo

99 vai destinar R$ 4 mi em corridas para municípios brasileiros

A doação será em forma de vouchers para que profissionais da saúde usem as corridas para locomoção; São Paulo é a primeira cidade a receber o benefício

24 mar 2020
13h41
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A 99 anunciou nesta segunda-feira, 23, que vai destinar mais de R$ 4 milhões para governos municipais no País, como uma ajuda na luta contra o coronavírus. A contribuição será em forma de corridas e São Paulo será a primeira cidade do Brasil a receber o benefício.

Em sistema de vouchers, a 99 vai destinar 60 mil corridas à Secretaria Municipal da Saúde da capital paulista. As corridas serão utilizadas por profissionais da área da saúde, para deslocamentos desses trabalhadores.

99 vai conceder vouchers de corrida em São Paulo 
99 vai conceder vouchers de corrida em São Paulo
Foto: 99/Divulgação / Estadão

Questionada pelo Estado, a empresa afirma que o fato de ser a fornecedora oficial de transportes da prefeitura paulistana não pesou sobre a concessão do benefício - a 99 ganhou em 2017 a licitação da prefeitura de São Paulo para realizar serviços de transporte para os servidores. A companhia afirmou que pesaram os fatos de que a São Paulo é o maior mercado da 99 no Brasil e de que a cidade é o epicentro da doença no País.

"Ações do tipo foram feitas também na China", afirmou uma representante da empresa à reportagem - a 99 pertence à gigante chinesa Didi Chuxing. A companhia diz também que está avaliando a concessão do benefício para outras cidades brasileiras, incluindo locais onde não é a fornecedora oficial de transporte da prefeitura - os critérios de escolha não foram revelados.

As regras para a utilização dos vouchers serão definidas pelas autoridades de cada município e a única restrição é que as viagens não sejam acionadas em atividades que possam expor motoristas e passageiros a algum risco de contaminação.

Além do auxílio aos municípios, a 99 afirma que a ação também garante que motoristas que precisarem trabalhar durante esse período também tenham renda a partir dessas corridas. Outra medida, anunciada na última sexta-feira, 20, para ajudar motoristas da startup é o pagamento de, pelo menos, R$ 300 aos trabalhadores que forem afetados pelo coronavírus.

Veja também:

Como a Tesla fez de Musk a 2ª pessoa mais rica do mundo
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade