PUBLICIDADE

Síndrome dos Ovários Policísticos: a doença da mulher jovem

De acordo com ginecologista da Clínica Elsimar Coutinho, a causa da disfunção que atinge cerca de 20% da população feminina é genética, podendo coexistir com alterações no fenômeno conhecido como resistência insulínica.

1 jun 2021 17h39
ver comentários
Publicidade

Muito frequente nas mulheres em idade reprodutiva, a SOP - Síndrome dos Ovários Policísticos é uma patologia caracterizada por alterações metabólicas e endocrinológicas que, em conjunto, aumentam a produção de hormônios androgênicos - aqueles que propiciam o desenvolvimento de características próprias do sexo masculino.  De acordo com o ginecologista da Clínica Elsimar Coutinho, Dr. Alessandro Scapinelli, a causa da disfunção que atinge cerca de 20% da população feminina é genética, podendo coexistir com alterações no fenômeno conhecido como resistência insulínica. "Na verdade, apesar de o diagnóstico fazer menção aos ovários, este último é vítima desse processo de desequilíbrio hormonal", afirma o médico.

Foto: DINO / DINO

A irregularidade do ciclo menstrual e o alto nível de hormônios andrógenos estão dentre as principais causas associadas à doença, que podem desencadear, por exemplo, acne, seborreia, oleosidade de pele, queda de cabelo, excesso de pelos espessos no corpo, e, em casos mais graves, a infertilidade. O diagnóstico precoce é um agente fundamental para garantir a manutenção da qualidade de vida e bem-estar da mulher, e pode ser realizado através de exames laboratoriais, clínicos e ultrassom transvaginal. 

Entretanto, o ginecologista ressalta que o diagnóstico de SOP só é confirmado quando outras condições que mimetizam o problema são excluídas, como o hipotireoidismo, disfunção da glândula adrenal, obesidade, alterações da prolactina e tumores produtores ovarianos. O tratamento é direcionado para as queixas de cada paciente, corrigindo alterações metabólicas e endocrinológicas para que haja o restabelecimento do equilíbrio fisiológico. A orientação mais importante para uma mulher com Síndrome do Ovário Policístico é cultivar bons hábitos, como a prática regular de atividade física e uma dieta saudável. 

No entanto, o tratamento por meio da utilização de implantes hormonais poderá ser útil para corrigir irregularidades menstruais e diminuir o excesso de hormônios androgênicos, além de ser um método seguro para tratar doenças ginecológicas, proporcionando à mulher mais qualidade de vida. "Devido a sua característica antiandrogênica, o implante de Nestorone é a melhor alternativa para pacientes que já têm queixas de hiperandrogenismo", afirma o Dr. Scapinelli.

A Elmeco é uma das únicas farmácias de manipulação no Brasil que auxiliam os médicos na indicação de implantes hormonais para tratar pacientes com doenças ginecológicas, como a síndrome do ovário policístico e a endometriose. Localizada na Bahia, a farmácia foi a pioneira no país  dentro do segmento, e produz implantes hormonais em tubos feitos de silásticos não absorvíveis, que permitem uma prescrição personalizada de acordo com o que os médicos avaliam e consideram importante ao tratamento da paciente.

Criada pelo médico e cientista baiano Elsimar Metzker Coutinho, a Clínica que leva o seu nome atua há mais de cinco décadas no atendimento das necessidades endócrinas de jovens, adultos e idosos, através da reposição hormonal fisiológica. Com atuação na Bahia, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, os atendimentos são feitos por uma equipe multidisciplinar que utiliza a endocrinologia, ginecologia, andrologia e fertilidade com uso individualizado de hormônios naturais e sintéticos para a prevenção de doenças, preservação da fertilidade e o controle da natalidade. Hoje, as unidades seguem mantendo vivo o legado do seu fundador, a partir do corpo clínico que teve convivência direta com o cientista. O Dr. Elsimar foi pioneiro em sua área de atuação e suas diversas conquistas científicas seguem sendo utilizadas internacionalmente para trazerem maior qualidade de vida, sobretudo às mulheres. 

Fundada há 28 anos por Dr. Elsimar, a Elmeco Implantes Hormonais foi pioneira no Brasil, dentro do segmento em que atua e é a única presente no Nordeste. A farmácia de manipulação produz implantes hormonais silásticos não absorvíveis, que permitem uma prescrição personalizada de acordo com o que os médicos avaliam e consideram importante ao tratamento da (o) paciente.



Website: http://clinicaelsimarcoutinho.com.br/

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Publicidade
Publicidade