PUBLICIDADE

PJs de micro e pequenas empresas batem recorde de abertura

Segundo pesquisa divulgada pelo Sebrae, o crescimento representa um aumento de 19,8% em relação ao ano de 2020.

27 jun 2022 - 11h37
Ver comentários

No ano passado, segundo uma pesquisa realizada pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) a abertura de pequenos negócios no Brasil bateu recorde, com cerca de 3,9 milhões de empreendedores formalizados. 

Foto: DINO / DINO

Entre este número, estão incluídas as micro e pequenas empresas, além daquelas que se identificam como MEIs (microempreendedores individuais). A nível de comparação deste crescimento, segundo o mesmo relatório do ano passado, o número era de 3,3 milhões de negócios novos.

Dessa forma, esse crescimento representa 19,8% em relação ao ano de 2020. Já com dados de 2018, o percentual é de 53,9%. Ou seja, é uma tendência essa expansão de novos negócios dentro dessas categorias.

De acordo com o próprio Sebrae, a pandemia foi um dos fatores que desencadearam o resultado destes números. Isso porque ela foi um fator determinante para muitas pessoas que perderam o emprego começarem a empreender por questão de necessidade. 

Em 2021, por exemplo, o número de pessoas desempregadas ultrapassou os 15 milhões, conforme uma revisão feita pelo IBGE no primeiro trimestre do ano. Porém, a taxa de desocupação caiu, ficando em 11,1% no último ano. Antes, em 2020, esta mesma taxa era de 14,2%. 

No entanto, o órgão acredita que, por mais que tenha sido impulsionado pela pandemia, essa alta na abertura de novos negócios tende a continuar ainda nos próximos anos. 

Pandemia também impactou na abertura e fechamento de CNPJs

Mesmo que muitas empresas tenham sido abertas no ano de 2021, o número de negócios que tiveram que fechar as suas portas também foi significativo. De acordo com o Mapa de Empresas do Governo Federal, no 3º quadrimestre de 2021, 484.470 mil empresas foram fechadas. 

Com isso, constata-se uma elevação de 35,7% em relação ao mesmo período do ano anterior. Ou seja, mesmo que a pandemia tenha sido um dos fatores para o aumento do empreendedorismo, também foi motivo de dificuldade para muitos empresários.

Para Vanderson Silva, CEO da empresa AccountTech, a contabilidade digital é um dos meios que auxilia na abertura de novos CNPJs, pois o "atendimento e processos realizados de forma digital, sem a necessidade de deslocamento físico, leva economia de tempo e dinheiro se relacionados às idas aos órgãos públicos." 

Ele ainda destaca que outro fator facilitador para esses novos empreendedores surgirem é "a experiência de saber cada etapa do andamento do seu processo de abertura de empresa com a adoção destes processos otimizados na área contábil".  

Sendo assim, de acordo com a própria pesquisa realizada pelo Sebrae, espera-se que o número de CNPJs abertos nos próximos anos continue crescendo, mesmo que se apresente algumas dificuldades como, por exemplo, os reflexos da pandemia. 

Mais informações em: http://www.accounttech.com.br/ 




Website:

http://www.accounttech.com.br/
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Publicidade
Publicidade