PUBLICIDADE

Genial/Quaest no RJ: Castro tem 25%; Freixo, 18%; Neves, 8%

Atual governador lidera corrida pela reeleição no Rio de Janeiro; candidato do PSB segue estagnado na vice-liderança, seguido do ex-prefeito de Niterói, do PDT

17 mai 2022 08h07
| atualizado às 08h59
ver comentários
Publicidade
O deputado federal Marcelo Freixo (PSB), apoiado por Lula, e o atual governador Cláudio Castro (PL), apoiado por Bolsonaro, disputam pelo Palácio Tiradentes.
O deputado federal Marcelo Freixo (PSB), apoiado por Lula, e o atual governador Cláudio Castro (PL), apoiado por Bolsonaro, disputam pelo Palácio Tiradentes.
Foto: Freixo: Câmara dos Deputados/Divulgação | Castro: Rogério Santana/Divulgação Governo do Rio / Estadão

Pré-candidato à reeleição no Rio de Janeiro, o governador Cláudio Castro (PL) se mantém na liderança para a disputa ao Palácio Guanabara, com 25% das intenções de voto, mostra pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta terça-feira, 17. No levantamento estimulado, o candidato do PSB Marcelo Freixo aparece em segundo lugar, com 18%, seguido pelo ex-prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT), com 8%.

Neste cenário, Castro aparece quatro pontos acima do levantamento anterior, em março. Freixo oscilou apenas um ponto, dentro da margem de erro. A soma de eleitores dispostos a votar em branco ou anular é de 33% dos entrevistados.

Ainda na pesquisa estimulada, na qual é oferecida uma lista de nomes ao entrevistado, o deputado estadual André Ceciliano (PT) aparece com 2% das intenções de voto, assim como o deputado federal Paulo Ganime (Novo). O ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Felipe Santa Cruz (PSD) está na sexta colocação.

Na pesquisa espontânea, quando o eleitor não recebe uma lista de candidatos para escolher, Castro mantém a liderança com 6% das intenções de voto, seguido por Freixo, com 2%. Ao menos 85% dos eleitores se dizem ainda indecisos sobre em quem votar.

O governador do Rio de Janeiro, Claudio Castro, é o favorito na pesquisa Genial/Quaest Foto: Dida Sampaio/Estadão

Se considerados os apoios do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de Jair Bolsonaro na disputa, o cenário muda. Quando Freixo é associado ao petista, e Castro ao presidente, do mesmo partido, a vitória do governador se transforma em um empate técnico, ele com 37% e Freixo com 40%.

Senado

No Senado, a pesquisa Genial/Quaest mostra que a disputa segue congestionada, com vários nomes se apresentando como pré-candidatos. Romário, do mesmo partido do governador, é o favorito ao cargo, com 19% das intenções de voto, seguido pelo ex-prefeito do Rio Marcelo Crivella (Republicanos), com 11%; pelo deputado federal Alessandro Molon (PSB), com 10% e pela deputada federal Clarice Garotinho (União Brasil), com 6%.

O deputado federal que recebeu perdão de Bolsonaro, Daniel Silveira (PTB) também concorre ao pleito, com 4%, empatado tecnicamente com o ex-prefeito de Duque de Caxias Washington Reis (MDB), que tem 3%. O deputado federal Otoni de Paula (MDB) também obteve 3%. André Ceciliano aparece com 2% das intenções de voto.

As entrevistas foram realizadas de forma presencial entre os dias 12 e 15 de maio e foram coletadas 1.200 respostas, com margem de erro de 2,8 pontos. A pesquisa foi protocolada na Justiça Eleitoral sob o número RJ-09916/2022.

Estadão
Publicidade
Publicidade