2 eventos ao vivo

Whirlpool confirma fechamento de fábrica no sul da Itália

Unidade em Nápoles emprega mais de 400 pessoas

31 jul 2020
11h01
atualizado às 11h16
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O CEO da multinacional americana Whirlpool na Itália, Luigi La Morgia, confirmou nesta sexta-feira (31) que a empresa fechará sua fábrica em Nápoles até 31 de outubro deste ano.

Trabalhadores da Whirlpool protestam contra fechamento de fábrica em Nápoles
Trabalhadores da Whirlpool protestam contra fechamento de fábrica em Nápoles
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

A capital da Campânia é a maior cidade do sul da Itália e fica em uma região carente de investimentos e oportunidades de trabalho. "Devemos discutir o modo como absorver a maior parte das demissões", disse La Morgia durante uma reunião em Roma com representantes do governo e de sindicatos.

A unidade produz lavadoras e emprega cerca de 420 pessoas, mas a Agência Nacional de Atração de Investimentos (Invitalia) tenta encontrar uma solução que garanta a continuidade da fábrica.

"Estamos trabalhando com grupos de excelência, não com empresas improvisadas, como, infelizmente, aconteceu no passado", disse o ministro do Desenvolvimento Econômico, Stefano Patuanelli. Entre as candidatas estariam as empresas Adler e HTL Fitting, em projetos que garantiriam a manutenção de até 282 empregos.

Patuanelli também cogitou uma participação do conglomerado aeroespacial Leonardo, do qual o Estado é acionista. .
   

Veja também:

Explosão no Líbano: BBC visita epicentro do desastre no porto de Beirute
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade