TODOS OS VÍDEOS

China persegue uigures no exterior com apoio de países árabes, aponta investigação da BBC

Estimativas apontam que o governo chinês tenha detido mais de um milhão de muçulmanos da minoria étnica uigur nos chamados "campos de reeducação" nos últimos anos. Agora, uma investigação do Serviço Árabe da BBC descobriu que países como a Arábia Saudita e Egito estão deportando uigures à força de volta para a China, onde se acredita que estejam detidos. A China nega que isso esteja ocorrendo. Há anos, o país diz estar lutando contra "três forças do mal" - separatismo, terrorismo e extremismo - na região de Xinjiang, oeste do país, onde os uigures vivem. A China descreve os locais como escolas voluntárias para treinamento anti-extremismo. Veja no vídeo.

atualizado às 14h10
BBC News Brasil BBC News Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC News Brasil.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade