2 eventos ao vivo

UE e China fecham acordo para proteção de produtos

Lista inclui vinhos e os queijos grana padano e pecorino

6 nov 2019
12h52
  • separator
  • 0
  • comentários

Após dois anos de negociações, a União Europeia assinou nesta quarta-feira (6) um acordo com a China que prevê a tutela de 200 produtos (100 de cada lado) de denominação de origem protegida.
    A lista inclui 26 ícones da enogastronomia italiana, como o vinho barolo e os queijos pecorino romano e grana padano. A Itália é o país da UE mais representado na relação, ao lado da França.
    Do lado chinês, o pacto prevê a tutela de produtos como o arroz de Panjin, diversas variedades de chá e bagas goji. A lista ainda pode ser ampliada para outros 175 produtos após quatro anos de sua entrada em vigor.
    O texto será submetido ao Conselho Europeu e ao Parlamento da UE, e o poder Executivo do bloco espera que ele seja ratificado até o fim de 2020.
    Produtos com denominação de origem protegida (DOP) ou indicação geográfica protegida (IGP) só podem receber determinados nomes se são total ou parcialmente feitos em uma região específica. O espumante prosecco, por exemplo, só pode ser batizado dessa maneira se for produzido em algumas províncias do Vêneto e de Friuli Veneza Giulia, no norte da Itália.

Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade