0

UE declara representante da Venezuela 'persona non grata'

25 fev 2021
18h53
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Conselho Europeu decidiu nesta quinta-feira (25) declarar a representante da Venezuela, Claudia Salerno Caldera, na União Europeia como "persona non grata", uma resposta à decisão do governo de Nicolás Maduro de expulsar a embaixadora do bloco do país.
    Segundo o comunicado, a medida foi tomada por iniciativa do alto representante da União Europeia para Política Externa, Joseph Borrell.
    "Esta é uma resposta à decisão do governo venezuelano de declarar persona non grata a chefe da missão da UE na Venezuela", informou o Conselho em nota oficial.
    O texto ainda ressalta que considera esta declaração como totalmente injustificada e contrária ao objetivo da UE de desenvolver relações e construir parcerias em países terceiros.
    Ontem (24), o governo venezuelano notificou a embaixadora da UE em Caracas, a diplomata portuguesa Isabel Brilhante Pedrosa, de que havia sido declarada 'persona non grata' e deveria abandonar o país em até 72 horas.
    A medida, anunciada pelo ministro das Relações Exteriores venezuelano, Jorge Arreaza, foi tomada após o bloco impor novas sanções contra funcionários da Venezuela.

Veja também:

Como foi o casamento real de Elizabeth e Philip em 1947
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade