PUBLICIDADE

Ucrânia inicia julgamento de 1º militar russo acusado de crime de guerra

13 mai 2022 17h58
| atualizado às 18h49
ver comentários
Publicidade

A Justiça da Ucrânia iniciou nesta sexta-feira (13) o julgamento de um militar russo, de 21 anos, acusado de crimes de guerra, em uma audiência preliminar em Kiev.

Ucrânia inicia julgamento de 1º militar russo acusado de crime de guerra
Ucrânia inicia julgamento de 1º militar russo acusado de crime de guerra
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

De acordo com as investigações ucranianas, em 28 de fevereiro em Chupakhivka, na região de Sumy, o soldado Vadim Shishimarin atirou na cabeça de um civil que estava andando de bicicleta na beira de uma estrada, falando ao telefone. O homem, de 62 anos, morreu instantaneamente a algumas dezenas de metros de sua casa.

As acusações da Procuradoria-Geral de Kiev são de que o russo violou "as leis e costumes de guerra com assassinato premeditado". Caso Shishimarin seja condenado, ele poderá ser condenado de 10 a 15 anos de prisão ou pegar perpétua.

O militar viajava com outros quatro soldados russos em um carro roubado após seu comboio ter sido atacado, perto do vilarejo de Chupakhivka, que foi totalmente libertada pela Ucrânia no início de abril.

Este é o primeiro soldado russo a comparecer perante um tribunal ucraniano. Uma nova sessão será realizada no próximo dia 18 de maio, e, enquanto isso, Shishimarin ficará detido.

Recentemente, a procuradora Iryna Venediktova disse que já havia recebido mais de 10 mil relatos de supostos crimes de guerra cometidos pelas tropas russas na Ucrânia, com mais de 600 suspeitos identificados.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade