0

Turquia suspende ofensiva militar contra os curdos na Síria

17 out 2019
15h12
atualizado às 17h07
  • separator
  • 0
  • comentários

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, anunciou nesta quinta-feira (17) que chegou a um acordo com o mandatário da Turquia, Recep Tayyp Erdogan, para cessar a ofensiva contra a minoria curda no nordeste da Síria.

Presidente da Turquia, Tayyp Erdogan, recebe vice-presidente dos EUA, Mike Pence, no palácio presidencial em Ancara
17/10/2019
Murat Kula/Presidência/Divulgação via REUTERS
Presidente da Turquia, Tayyp Erdogan, recebe vice-presidente dos EUA, Mike Pence, no palácio presidencial em Ancara 17/10/2019 Murat Kula/Presidência/Divulgação via REUTERS
Foto: Reuters

Durante coletiva de imprensa, o vice de Donald Trump explicou que a medida, com duração de 120 horas, prevê a evacuação dos combatentes curdos da "zona de segurança", na fronteira entre os dois países, disputada por Ancara.

Segundo Pence, a Turquia suspenderá suas ações militares na região para permitir que a milícia curda, o YPG, retire suas forças de uma área de 32 quilômetros. Ao todo, o grupo terá cinco dias para evacuar o local.

O acordo foi firmado entre Erdogan e Pence, em uma reunião em Ancara, que também contou com a presença do secretário de Estado americano, Mike Pompeo.

O vice-presidente americano ainda ressaltou que as tropas turcas retomarão a operação quando os curdos deixarem a região. Além disso, os dois países chegaram a um acordo de que ambos têm como objetivo derrotar o grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

Minutos antes do anúncio, Trump agradeceu Erdogan em uma publicação no Twitter e disse que, com a medida, "milhões de vida serão salvas".

Veja também:

Valesca: "Nasci de um útero feminista, de uma guerreira"


   

Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade