2 eventos ao vivo

Turquia captura esposa de ex-líder do Estado Islâmico

Prisão foi anunciada por Erdogan, mas sem dar detalhes

6 nov 2019
18h10
atualizado às 19h44
  • separator
  • 0
  • comentários

A Turquia informou nesta quarta-feira (6) ter prendido uma das quatro mulheres do ex-líder do grupo terrorista Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdadi, morto há 11 dias em uma operação das forças americanas na Síria. "Os Estados Unidos disseram que al-Baghdadi se matou em um túnel. Eles começaram uma campanha de comunicação sobre isso.
    Mas nós prendemos sua esposa, anuncio aqui pela primeira vez, sem fazer clamor. Continuaremos trabalhando neste sentido", disse o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan. "Nós também capturamos sua irmã e sua cunhada na Síria", afirmou. O mandatário não deu mais detalhes sobre a captura, local ou data em que a prisão ocorreu, nem informou a identidade da mulher.
    Mesmo assim, trata-se de mais uma derrota para o Estado Islâmico. Além da morte de Al-Baghdadi em 26 de outubro, as forças turcas também prenderam uma irmã do terrorista no início desta semana. Identificada como Rasmiya Awad, de 65 anos, ela é considerada pelos serviços de inteligência como "uma mina de ouro" por guardar informações relacionadas ao Estado Islâmico. Foi detida na companhia do marido, da nora e de cinco filhos em Azaz, na Síria.
    De acordo com fontes da inteligência turca citadas pela imprensa local, Al-Baghdadi tinha quatro esposas - o máximo consentido pela lei islâmica -. Uma delas seria a iraquiana conhecida como Nour, filha de um estreito colaborador, Abu Abdullah al-Zubair. Outra seria uma mulher que teria sido presa em 2004 no Líbano e, um ano depois, libertada em uma troca de prisioneiros. Uma outra iraquiana teria também se casado com Al-Baghdadi, mas o deixado em 2009, enquanto estava grávida.

Abu Bakr Al-Baghdadi foi morto em uma operação dos EUA na Síria
Abu Bakr Al-Baghdadi foi morto em uma operação dos EUA na Síria
Foto: EPA / Ansa - Brasil
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade