9 eventos ao vivo

Trump teria ordenado pagamentos a supostas amantes

Informação é de depoimento de seu ex-advogado Michael Cohen

8 dez 2018
14h45
atualizado às 15h48
  • separator
  • 0
  • comentários

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, teria ordenado pagamentos ilegais durante a campanha eleitoral de 2016 a duas mulheres que diziam ter tido casos extraconjugais com ele.

Presidente Donald Trump no jardim da Casa Branca
Presidente Donald Trump no jardim da Casa Branca
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

A informação, divulgada pela imprensa americana, se baseia em vazamentos dos depoimentos dados por Michael Cohen, ex-advogado pessoal do magnata e suposto responsável pelos desembolsos, em sua delação premiada.

O objetivo seria evitar um possível escândalo sexual que pudesse prejudicar a corrida de Trump à Casa Branca. Segundo relatórios dos procuradores federais citados pela imprensa local, o presidente não é mencionado nominalmente, mas a descrição dos fatos deixa claro de quem se trata.

A Casa Branca afirmou que a notícia "não traz nada de novo ou comprometedor" contra o mandatário. Cohen decidiu colaborar com a Justiça e já se declarou culpado de oito acusações, incluindo dos subornos para comprar o silêncio das duas mulheres: a ex-estrela pornô Stephanie Clifford (mais conhecida como Stormy Daniels) e a ex-coelhinha da Playboy Karen McDougal.

Ambas alegam ter tido casos extraconjugais com Trump em 2006, quando ele já era casado com Melania. Segundo Cohen, os pagamentos ocorreram "sob a direção de um candidato a um cargo federal".

O advogado é acusado de crimes de fraude fiscal e bancária e de violação das regras de financiamento eleitoral e arrisca ser condenado a mais de cinco anos de prisão - a sentença está prevista para 12 de dezembro.

Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade