0

Trump faz visita surpresa ao Afeganistão e expressa esperança em acordo de cessar-fogo

28 nov 2019
17h44
atualizado às 23h46
  • separator
  • 0
  • comentários

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fez uma visita surpresa em celebração ao feriado de Ação de Graças às tropas norte-americanas no Afeganistão nesta quinta-feira, e disse acreditar que os insurgentes do Talibã aceitariam um acordo de cessar-fogo na guerra mais longa protagonizada pelo país. 

A visita de Trump foi sua primeira ao Afeganistão desde que chegou à Presidência e acontece uma semana após uma troca de prisioneiros entre Washington e Cabul que alimentou as esperanças para a retomada de negociações de paz. 

"O Talibã quer fazer um acordo", disse Trump. "E estamos nos reunindo com eles e dizendo que precisa ser um cessar-fogo e eles não queriam um cessar-fogo, e agora eles querem, eu acredito. Provavelmente vai funcionar desse jeito." 

O avião presidencial Força Aérea Um pousou na Base Aérea de Bagram após um vôo de madrugada que partiu de Washington com o conselheiro de Segurança Nacional Robert O'Brien, um pequeno grupo de assessores e agentes do Serviço Secreto, e um pequeno número de jornalistas.

Trump se reuniu com o presidente afegão, Ashraf Ghani, e se dirigiu às tropas norte-americanas. Ele foi recebido pelo General Mark Milley, chefe do Estado Maior Conjunto, após sua chegada na Base Aérea. 

Trump serviu peru a alguns soldados e se sentou para o tradicional jantar de Ação de Graças com eles. Ele conversou e tirou fotos com alguns dos militares que integram as forças alocadas no país.

"Que grande trabalho vocês fazem. É uma honra estar aqui", disse Trump.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade