3 eventos ao vivo

Trump diz que nenhum norte-americano morreu em ataque

"Nossas grandes forças norte-americanas estão preparadas para qualquer coisa. O Irã parece estar recuando", disse o presidente dos EUA

8 jan 2020
13h41
atualizado às 16h44
  • separator
  • 0
  • comentários

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quarta-feira (8) que nenhum norte-americano morreu nos ataques iranianos a bases militares que abrigavam tropas norte-americanas no Iraque, e que Teerã parece estar recuando.

Presidente dos EUA, Donald Trump, faz pronunciamento na Casa Branca
08/01/2020
REUTERS/Kevin Lamarque
Presidente dos EUA, Donald Trump, faz pronunciamento na Casa Branca 08/01/2020 REUTERS/Kevin Lamarque
Foto: Reuters

"Nenhum norte-americano ficou ferido no ataque da noite passada pelo regime iraniano. Não tivemos vítimas", disse Trump em pronunciamento na Casa Branca. "Nossas grandes forças norte-americanas estão preparadas para qualquer coisa. O Irã parece estar recuando", acrescentou.

Apesar de sinalizar que não pretende aprofundar confrontos militares com o país persa, o republicano anunciou que vai impor ainda mais sanções econômicas ao Irã e que vai pedir para a Alemanha, Rússia, França e China abandonarem o acordo nuclear firmado com os iranianos em 2015. 

Na noite de terça, o Irã lancou mísseis contra duas bases que abrigam tropas americanas no Iraque. Segundo os EUA, pelo menos 12 de mísseis foram lançados a partir do Irã contra as bases de Al Assad e Erbil.

O anúncio do ataque foi originalmente divulgado pela imprensa estatal do Irã. Segundo o governo iraniano, a operação faz parte de uma campanha de retaliação contra os EUA pelo ataque que matou o general Qassim Soleimani na semana passada.

A operação, segundo a imprensa iraniana, foi batizada como "Mártir Soleimani" e está sendo conduzida pela divisão aeroespacial da Guarda Revolucionária, que teria lançado mísseis superfície-ar contra as bases.

"A vingança feroz da Guarda Revolucionária já começou", disse a Guarda Revolucionária Islâmica do Irã em um comunicado no canal Telegram, segundo o jornal The New York Times.

Segundo a rede CNN, um comandante de força paramilitar sunita iraquiana relatou que foguetes atingiram a base aérea de Al Asad, que fica a 120 quilômetros a oeste de Bagdá. Já a base de Erbil fica no norte do Iraque.

*Com informações da Deutsche Welle

Veja também:

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade