4 eventos ao vivo

Trump diz que China quer acordo comercial; EUA podem não impor novas tarifas

16 nov 2018
17h15
  • separator
  • 0
  • comentários

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta sexta-feira que a China enviou uma lista de coisas que estava disposta a fazer para resolver tensões comerciais com os Estados Unidos e seu governo pode não ter que impor tarifas adicionais, mas ele acrescentou que a situação continua inaceitável para ele.

Presidente dos EUA, Donald Trump, durante cerimônia na Casa Branca
16/11/2018 REUTERS/Jonathan Ernst
Presidente dos EUA, Donald Trump, durante cerimônia na Casa Branca 16/11/2018 REUTERS/Jonathan Ernst
Foto: Reuters

"A China quer fazer um acordo. Eles mandaram uma lista de coisas que eles estão dispostos a fazer, que era uma grande lista, e ainda não é aceitável para mim", disse Trump a repórteres na Casa Branca. Ele dise que a lista de 142 itens era "bastante completa" mas "há quatro ou cinco grandes coisas deixadas de fora."

"Eu acho que nós provavelmente vamos consegui-las também", acrescentou ele.

Trump impôs tarifas sobre 250 bilhões de dólares em importações chinesas para forçar concessões de Pequim em uma lista de demandas que iria mudar os termos de comércio entre os dois países. A China respondeu com tarifas sobre produtos dos EUA.

Trump também ameaçou impor tarifas sobre todas as importações restantes da China, equivalentes a cerca de 267 bilhões de dólares, se Pequim não atender os pedidos dos EUA.

"Nós podemos não ter que fazer isso", disse Trump a repórteres nesta sexta-feira. "A China gostaria de fazer um acordo."

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade