0

Talibã e presidente afegão declaram cessar-fogo de três dias no Eid a partir de domingo

23 mai 2020
18h07
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Taleban declarou um cessar-fogo de três dias durante o Eid, que encerra o Ramadã, no Afeganistão a partir de domingo, por meio de um tweet neste sábado do grupo islâmico radical, e o presidente do país disse que tomaria atitude recíproca.

A trégua acontece quando as lutas entre os dois lados se intensificaram, apesar da pandemia de coronavírus.

"Não realize operações ofensivas contra o inimigo em nenhum lugar; se alguma ação for tomada contra você, defenda-se", twittou Zabihullah Mujahid, porta-voz do Talibã. Ele acrescentou que o cessar-fogo foi declarado apenas para as festividades do Eid, marcando o fim do mês sagrado do Ramadã.

O presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, saudou o anúncio de cessar-fogo do Talibã e retribuiu a oferta de paz. "Como comandante em chefe, instruí as ANDSF (Forças de Defesa e Segurança Nacional Afegãs) a cumprir a trégua de três dias e a se defender apenas se for atacado", disse em um tweet.

No mês passado, o Talibã rejeitou um pedido do governo de cessar-fogo no Afeganistão para o Ramadã, dizendo que uma trégua "não era racional", uma vez que eles intensificaram os ataques às forças afegãs.

Pelo menos 146 civis foram mortos e 430 feridos pelo Talebã durante o Ramadã, disse Javid Faisal, porta-voz do principal escritório de inteligência e segurança do país em Cabul, no sábado.

Veja também:

Coronavírus: experimento japonês mostra rapidez com que vírus se espalha em restaurante
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade