PUBLICIDADE

Sem notar microfone ligado, Biden xinga repórter na Casa Branca

Presidente chamou jornalista da Fox News de 'filho da puta'

25 jan 2022 15h05
| atualizado às 15h23
ver comentários
Publicidade

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, insultou um repórter da rede de TV Fox News ao final de uma entrevista coletiva na última segunda-feira (24) na Casa Branca.

Sem notar microfone ligado, Biden xinga repórter na Casa Branca
Sem notar microfone ligado, Biden xinga repórter na Casa Branca
Foto: EPA / Ansa - Brasil

Quando os repórteres deixavam a sala, o jornalista Peter Doocy, da rede de televisão Fox News, perguntou se o presidente americano achava que a inflação seria um passivo político.

"É um grande trunfo ? mais inflação", disse Biden. Na sequência, murmurou: "Que filho da puta estúpido".

REPORTER: Do you think inflation is a political liability ahead of the midterms?

BIDEN: No, it?s a great asset, more inflation. What a stupid son of a bitch. pic.twitter.com/Ba75GY6nqM

? JM Rieger (@RiegerReport) January 24, 2022

O microfone no púlpito ainda estava funcionando, e o momento foi captado também pelas câmeras de TV. O democrata possivelmente não percebeu que tudo ainda estava ligado.

Mais tarde, Doocy revelou que o presidente o telefonou e disse que "não é nada pessoal, amigo". "Fiz questão de dizer a ele que eu sempre vou tentar perguntar algo diferente do que todo mundo está perguntando. E ele disse: 'Você tem que'. E isso foi o presidente que disse, então eu vou continuar fazendo isso", afirmou o repórter.

Popularidade -

A taxa de aprovação de Biden, que completou um ano no cargo no dia 20, enfrenta uma forte queda devido à inflação em alta e o impacto da variante Ômicron do novo coronavírus nos EUA.

De acordo com a última pesquisa Harvard/Harris, o índice de aprovação está em 39%, enquanto 53% desaprovam seu trabalho. A satisfação caiu seis pontos em relação à mesma pesquisa de novembro, quando foi de 45%.

"Esta é uma nova baixa para o presidente enquanto ele luta para resolver uma infinidade de problemas que preocupam os cidadãos, da pandemia à economia, da imigração ao crime", disse o pesquisador Mark Penn.

Entre as principais preocupações dos americanos está o aumento da inflação, que atingiu o nível mais alto em décadas.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade