PUBLICIDADE

Restrições aumentam procura de vacinas contra Covid, diz pesquisa germano-austríaca

8 dez 2021 13h27
ver comentários
Publicidade

Restrições de coronavírus mais rigorosas aumentam a disposição das pessoas para receber vacinas contra o coronavírus, mostrou uma pesquisa feita nas regiões da fronteira germano-austríaca nesta quarta-feira.

Anunciada em 5 de novembro, a proibição da Áustria à entrada de pessoas que não se vacinaram ou se recuperaram da Covid-19 em espaços públicos aumentou os índices de vacinação, de acordo com dados de um centro de pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Ifo da Alemanha.

Por outro lado, o lockdown austríaco para os não-vacinados a partir de 15 de novembro não influenciou significativamente a disposição para se inocular e um lockdown para todos do país a partir de 22 de novembro reverteu ligeiramente a tendência, disse o instituto.

"Restrições especificamente para céticos da vacina, portanto, parecem aumentar a disposição para se vacinar mais do que um lockdown para todos", disse Hannes Winner, professor de Economia da Universidade de Salzburgo e coautor do estudo.

O levantamento foi realizado entre 4 e 5 de dezembro e analisou dados sobre primeiras vacinações em 13 distritos alemães e 16 distritos austríacos ao longo da fronteira nacional dos dois países.

Entre o começo e o fim da pesquisa, os índices de vacinação nos condados austríacos aumentou cerca de 7 pontos percentuais e nos condados alemães aumentou quase 4 pontos percentuais.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade