PUBLICIDADE

Putin sofreu ataque frustrado, diz chefe de inteligência da Ucrânia

Ação teria ocorrido na região do Cáucaso há 2 meses

23 mai 2022 18h44
| atualizado às 20h23
ver comentários
Publicidade

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, teria escapado de um ataque frustrado há dois meses, após o início da guerra em 24 de fevereiro, informou o chefe de inteligência do Ministério da Defesa da Ucrânia, Kyrylo Budanov.

Ação teria ocorrido na região do Cáucaso há 2 meses
Ação teria ocorrido na região do Cáucaso há 2 meses
Foto: EPA / Ansa - Brasil

A ação teria ocorrido na região do Cáucaso, que inclui territórios de Armênia, Azerbaijão, Geórgia e partes do sul da Rússia. Até agora, Moscou não comentou as informações.

"Houve uma tentativa não muito tempo atrás. Esta é uma informação não pública e uma tentativa absolutamente fracassada. Mas realmente aconteceu há cerca de 2 meses", disse Budanov em entrevista ao portal Ukrainska Pravda.

"Repito, esta tentativa foi mal sucedida e não houve publicidade sobre este evento, mas aconteceu", acrescentou o ucraniano, explicando que a tentativa de assassinato foi feita após o início da invasão, em 24 de fevereiro, quando o presidente russo estava em viagem.

Recentemente, Budanov informou que "Putin está gravemente doente" em decorrência de um câncer e que um golpe já está em andamento na Rússia para removê-lo do poder. O Kremlin, no entanto, negou os rumores sobre a suposta doença.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade