26 eventos ao vivo

Putin e Xi inauguram gasoduto entre Rússia e China

Em crise com EUA e UE, Moscou busca aproximação com Pequim

2 dez 2019
10h44
atualizado às 12h02
  • separator
  • 0
  • comentários

Os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e da China, Xi Jinping, inauguraram nesta segunda-feira (2) o primeiro grande gasoduto entre os dois países.

Xi Jinping participa de videoconferência com Putin para inaugurar gasoduto
Xi Jinping participa de videoconferência com Putin para inaugurar gasoduto
Foto: EPA / Ansa - Brasil

Chamado "Poder da Sibéria", o ramal tem 3 mil quilômetros de extensão e transportará gás dos centros de produção de Irkutsk e Yakutia ao extremo-oriente da Rússia e à fronteira com a China.

O gasoduto foi construído pela estatal russa Gazprom e fornecerá ao gigante asiático cerca de 38 bilhões de metros cúbicos de gás natural por ano pelas próximas três décadas.

"Essa etapa leva a parceria estratégica russo-chinesa a um nível completamente novo e nos aproxima do objetivo de elevar o intercâmbio comercial a US$ 200 bilhões por ano até 2024", disse Putin durante videoconferência em Sóchi, enquanto Xi estava em Pequim.

Com relações conturbadas com Estados Unidos e União Europeia, a Rússia tenta fortalecer seus laços com a China e levar sua vasta produção de gás natural para o maior consumidor de energia do planeta.

O acordo com Pequim foi assinado em março de 2014, em meio às sanções europeias e americanas por conta da anexação da península ucraniana da Crimeia por Moscou.

"Esse projeto é um símbolo da importância da cooperação China-Rússia", reforçou Xi, acrescentando que o gasoduto será um vetor de desenvolvimento econômico e social para as regiões interessadas.

Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade