0

Primeiro-ministro da Itália diz que atrasos no fornecimento de vacinas são sérias violações de contrato

23 jan 2021
16h18
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Os atrasos no fornecimento de vacinas da Pfizer à Itália e, possivelmente, da AstraZeneca representam graves violações de acordos contratuais e Roma tomará medidas, disse o primeiro-ministro Giuseppe Conte.

Em um post no Facebook, Conte disse que os atrasos estão causando "enormes danos" à Itália e outros países.

"Isso é inaceitável", escreveu.

Veja também:

Harry revela presente de Natal da rainha Elizabeth a Archie
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade