4 eventos ao vivo

Primeiro-ministro da Hungria anuncia pacote para aumentar taxa de natalidade e evitar imigração

10 fev 2019
14h39
  • separator
  • comentários

O primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orban, anunciou no domingo novos benefícios em impostos e empréstimos para famílias como parte dos esforços de seu governo para aumentar a taxa de natalidade do país, enquanto mantém a dura política contra imigração.

Orban disse ainda que seu governo tem como meta manter a taxa de crescimento da Hungria dois pontos percentuais acima da média da União Europeia nos próximos anos, apesar da expectativa de uma desaceleração econômica global.

"Há cada vez menos crianças nascidas na Europa. Para o Ocidente, a resposta é a imigração. Para cada criança que faltar uma deveria vir e então tudo estaria bem", disse. "Mas nós não precisamos disso. Precisamos de crianças húngaras."

O novo programa de benefícios para famílias e recém-casados inclui a expansão do programa de empréstimos para famílias com ao menos duas crianças para ajudá-las a adquirir imóveis, subsídios para compra de carros e a isenção de imposto de renda para mulheres com pelo menos quatro filhos.

Mulheres com menos de 40 anos que casarem pela primeira vez terão direito a um empréstimo de 36 mil dólares com juros subsidiados. Um terço do empréstimo será perdoado com o nascimento de um segundo filho e o total com o nascimento de uma terceira criança.

"Essa é a solução para os húngaros, não a imigração", disse Orban, que tem sido um dos principais críticos da imigração do Oriente Médio para a Europa.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade