PUBLICIDADE

Presidente da Itália diz que vacinas manterão escolas abertas

Mattarella elogiou alta adesão dos estudantes à imunização

20 set 2021 14h35
| atualizado às 14h41
ver comentários
Publicidade

O presidente da Itália, Sergio Mattarella, fez um discurso de inauguração do ano escolar no país nesta segunda-feira (20) e disse que a imunização contra a Covid-19 vai impedir que as instituições fechem novamente, como ocorreu em grande parte de 2020.

Mattarella ainda elogiou a adesão dos jovens às vacinas
Mattarella ainda elogiou a adesão dos jovens às vacinas
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

"Agora, graças à vacinação, o fechamento das escolas não deve mais acontecer. O abandono e o desengajamento dos jovens foi contido pelos professores com a generosa contribuição dos companheiros de classe. A expressão dessa solidariedade constitui um patrimônio precioso", afirmou Mattarella em cerimônia realizada em Pizzo, na Calábria.

O mandatário ainda elogiou a adesão dos menores à campanha vacinal contra o coronavírus Sars-CoV-2 e disse que muitos deles "romperam" barreiras que, às vezes, as próprias famílias colocavam contra a vacinação porque "queriam ver os seus amigos".

"Merece nossa atenção a grande participação na campanha vacinal dos jovens. O mundo da escola se mostrou um grande antivírus. A escola é a parte mais forte contra os comportamentos mais destrutivos, e isso torna a escola o motor da transformação social", ressaltou ainda Mattarella, dizendo que os jovens "são os construtores do futuro".

Conforme dados atualizados do Ministério da Saúde até o início da tarde desta segunda-feira, mais de 2,9 milhões de jovens entre 12 e 19 anos já começaram a se imunizar, o que representa cerca de 64% do público dessa faixa etária, e 2,3 milhões completaram o ciclo vacinal (50,66%). .
   

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade