3 eventos ao vivo

Premiê italiano mira permanência no poder em votação crucial no Senado

19 jan 2021
09h21
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, fez um discurso ao Senado nesta terça-feira, na esperança de conquistar a oposição e parlamentares não alinhados de forma que se mantenha no cargo depois que um parceiro minoritário deixou sua coalizão.

Premiê da Itália, Giusepp Conte, discursa no Senado
19/01/2021 Andreas Solaro/Pool via REUTERS
Premiê da Itália, Giusepp Conte, discursa no Senado 19/01/2021 Andreas Solaro/Pool via REUTERS
Foto: Reuters

Conte praticamente repetiu o discurso feito na segunda-feira na Câmara dos Deputados, onde venceu por uma margem mais ampla do que o esperado com 321 votos a 259, garantindo a maioria absoluta.

No Senado, onde a situação é muito mais difícil, Conte acrescentou um comentário sobre as frequentes brigas do ex-premiê Matteo Renzi com seus parceiros de coalizão antes de deixar o governo.

"Garanto que é muito difícil governar nessas condições, com pessoas que continuamente colocam minas em nosso caminho e tentam abalar o equilíbrio político alcançado pacientemente pela coalizão", disse ele.

Conte tinha apenas uma pequena maioria no Senado de 321 cadeiras, mesmo antes de Renzi retirar seu pequeno partido centrista, Itália Viva, das fileiras do governo na semana passada.

O resultado da votação de confiança, ao final do que promete ser um debate acirrado, deve ser divulgado pouco depois das 19h (15h em Brasília).

Se o primeiro-ministro perder, ele será forçado a renunciar, pondo fim ao seu governo de 17 meses.

Veja também:

O menino cego de 9 anos que dá aula em escola destruída pela guerra no Iêmen
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade