3 eventos ao vivo

População da Espanha cresce novamente puxada por imigração

De 2012 a 2015, país perdeu habitantes por causa da crise econômica

25 jun 2018
09h47
atualizado às 10h07
  • separator
  • comentários

A população da Espanha cresceu pelo segundo ano seguido em 2017, após queda entre 2012 e 2015 em meio a crise econômica, à medida que o aumento no número de estrangeiros compensou a diminuição de espanhóis, indicaram dados oficiais nesta segunda-feira.

Os números são divulgados no momento em que a Europa lida com um crescente fluxo de imigrantes, principalmente do norte da África e de países abalados por guerras, como a Síria, depois que as entradas através do mar Mediterrâneo saltaram em 2015.

Imigrante beija o chão após desembarcar no porto da cidade espanhola de Málaga
Imigrante beija o chão após desembarcar no porto da cidade espanhola de Málaga
Foto: Jon Nazca / Reuters

No domingo, 16 líderes da União Europeia se reuniram para conversas de emergência em Bruxelas para encontrar uma "solução europeia" para o problema.

A população da Espanha subiu para 46,66 milhões até o dia 1º de janeiro de 2018, um aumento de 132.263 pessoas em relação ao ano anterior, o maior desde 1º de janeiro de 2013, segundo o Instituto Nacional de Estatística.

A Espanha viu um aumento líquido de 146.604 imigrantes chegando no país, após a chegada de quase meio milhão de pessoas no ano passado, o maior influxo de imigrantes em 10 anos, segundo os dados.

O número total de mortes na Espanha em 2017 superou os nascimentos no ritmo mais rápido desde que os registros começaram em 1941, indicaram os dados na semana passada, à medida que a quantidade de nascimentos caiu em 4,5 por cento enquanto o a quantidade de mortes subiu 3,2 por cento.

Os maiores aumentos de imigrantes vieram da Venezuela, Colômbia, Itália e Marrocos, enquanto as reduções mais significativas foram da Romênia, Reino Unido e Equador, segundo o Instituto Nacional de Estatística.

Veja também

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade