3 eventos ao vivo

Policiais e bombeiros são suspeitos de invasão ao Capitólio

Dezenas de pessoas foram acusadas criminalmente e o FBI buscou ajuda do público para identificar mais participantes

10 jan 2021
16h02
atualizado às 16h12
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Enquanto os investigadores procuram identificar manifestantes que invadiram o Capitólio dos Estados Unidos, os departamentos de polícia da Virgínia e do Estado de Washington colocaram policiais em licença enquanto autoridades examinam se eles participaram de atos ilícitos quando estavam fora de serviço.

Os bombeiros da Flórida e da cidade de Nova York também disseram que relataram às autoridades federais alegações de que alguns de seus membros podem ter estado presentes quando a multidão invadiu o Capitólio quando o Congresso se reuniu para certificar os resultados da eleição presidencial de 3 de novembro.

Apoiadores do presidente dos EUA, Donald Trump, invadem prédio do Capitólio
06/01/2021
REUTERS/Shannon Stapleton
Apoiadores do presidente dos EUA, Donald Trump, invadem prédio do Capitólio 06/01/2021 REUTERS/Shannon Stapleton
Foto: Reuters

O departamento de polícia da pequena cidade de Rocky Mount, Virgínia, disse neste domingo que colocou dois policiais em licença administrativa depois de saber que eles compareceram a um "evento" em Washington, DC, na quarta-feira, enquanto estavam de folga.

"A cidade de Rocky Mount apóia totalmente todas as expressões legais de liberdade de expressão e reunião de seus funcionários, mas não tolera os atos ilegais que ocorreram naquele dia", disse o departamento em um comunicado, dizendo que notificou as autoridades federais.

Cinco pessoas perderam a vida, incluindo um policial do Capitólio, quando partidários do presidente Donald Trump invadiram o Capitólio em uma tentativa de interromper o reconhecimento formal da derrota eleitoral de Trump para o democrata Joe Biden.

Dezenas de pessoas foram acusadas criminalmente e o FBI buscou ajuda do público para identificar mais participantes.

Veja também:

Cadeirante escala arranha-céu em Hong Kong em troca de doações para caridade
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade