5 eventos ao vivo

Polícia do Capitólio dos EUA pede permanência da Guarda Nacional por mais dois meses

4 mar 2021
19h18
atualizado em 5/3/2021 às 03h15
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Polícia do Capitólio dos Estados Unidos pediu ao Pentágono a prorrogação da missão da Guarda Nacional do país de proteger o Capitólio norte-americano por mais dois meses, afirmou uma autoridade do Departamento de Defesa à Reuters nesta quinta-feira. 

Soldados da Guarda Nacional no Capitólio dos EUA
 4/3/2021   REUTERS/Jim Urquhart
Soldados da Guarda Nacional no Capitólio dos EUA 4/3/2021 REUTERS/Jim Urquhart
Foto: Reuters

Tropas da Guarda Nacional foram destacadas para o Capitólio após o ataque do dia 6 de janeiro por apoiadores do ex-presidente Donald Trump, e cercas altas foram erguidas para ampliar o perímetro de segurança.

Há atualmente cerca de 5.200 soldados da Guarda Nacional em torno do edifício. A missão deveria se encerrar no dia 12 de março. 

"Nós deveríamos tê-los por aqui enquanto eles forem necessários", afirmou a presidente da Câmara dos Deputados, Nancy Pelosi, a jornalistas em sua coletiva de imprensa semanal. 

Ela também disse que o tenente-general reformado Russel Honoré submeteu recomendações preliminares para melhorias de segurança a longo prazo no complexo do Capitólio.

Pelosi não deu detalhes, mas disse que o Congresso terá de revisá-las e tomar decisões "sobre o que é viável". O Congresso teria de aprovar financiamentos de emergência para implementar tais planos, afirmou a presidente da casa legislativa. 

A autoridade de Defesa, que falou em condição de anonimato, afirmou que a solicitação da Polícia do Capitólio havia sido recebida pelo Pentágono e seria examinada, e disse que era altamente provável que fosse aprovada.

Veja também:

Morre príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth 2ª
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade