PUBLICIDADE

Polícia britânica faz movimento para limitar relatório de festas em Downing Street

28 jan 2022 11h48
ver comentários
Publicidade

Um inquérito sobre as reuniões que quebraram as regras de lockdown contra a Covid-19 na residência oficial de Downing Street e que pode determinar o futuro do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, pode atrasar ainda mais após a polícia pedir que o relatório faça apenas "referências mínimas" aos eventos. 

Johnson, que enfrenta a maior ameaça ao seu cargo de primeiro-ministro por supostas festas em sua residência e escritório oficiais, tem até agora segurado os pedidos de renúncia por causa dos acontecimentos, com apelos para que os parlamentares esperem o relatório. 

O inquérito, liderado pela servidora pública Sue Gray, avalia várias acusações de que a equipe e Johnson compareceram a festas em Downing Street, desrespeitando as regras que eles mesmo haviam estabelecido para combater a pandemia de coronavírus. 

O documento era esperado para esta semana, mas o cronograma foi por água abaixo quando, na terça-feira, a Polícia Metropolitana de Londres (Met) disse que havia aberto uma investigação sobre os eventos para avaliar se ofensas criminais haviam sido cometidas. 

As autoridades estão trabalhando em maneiras para publicar o relatório de Gray sem comprometer a investigação criminal, e alguns parlamentares temem que ele seja diluído. O documento pode, segundo alguns parlamentares, também ser adiado. 

"Para os eventos que a Met está investigando, pedimos que referências mínimas sejam feitas no relatório do gabinete", afirmou a polícia em nota, referindo-se ao departamento que apoia o primeiro-ministro e ajuda a implementar suas políticas.

"A Met não pediu limitações sobre outros eventos no relatório, ou para que o relatório seja atrasado, mas nós tivemos contato contínuo com o gabinete, inclusive sobre o conteúdo do relatório, para evitar qualquer preconceito sobre nossa investigação", disse.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade