PUBLICIDADE

Parlamento russo elimina limite de idade para recrutas do Exército

25 mai 2022 10h12
ver comentários
Publicidade

O Parlamento russo aprovou uma lei na quarta-feira removendo o limite superior de idade para o serviço militar, em meio a pesadas baixas na Ucrânia.

Os legisladores da Câmara Baixa da Duma aprovaram a lei em três leituras em uma única sessão, com a Câmara Alta, o Conselho da Federação, dando seu parecer favorável pouco tempo depois. O projeto agora precisa apenas da sanção do presidente Vladimir Putin para se tornar lei.

Vyacheslav Volodin, presidente da Duma, disse: "Hoje, especialmente, precisamos fortalecer as Forças Armadas e ajudar o Ministério da Defesa. Nosso comandante supremo está fazendo tudo para garantir que nossas Forças Armadas vençam, e nós precisamos ajudar".

Atualmente, apenas os russos de entre 18 e 40 anos e os estrangeiros de entre 18 e 30 anos podem se alistar como soldados profissionais nas Forças Armadas russas.

As forças russas sofreram perdas significativas nos combates na Ucrânia.

O Ministério da Defesa disse em 25 de março que 1.351 militares russos haviam sido mortos e 3.825 feridos desde que Moscou enviou suas Forças Armadas para a Ucrânia em 24 de fevereiro. Desde então, o ministério não atualizou seus números de baixas.

Tanto autoridades da inteligência ucraniana quanto ocidentais disseram que as perdas da Rússia na Ucrânia foram significativamente maiores na época, e aumentaram acentuadamente desde março.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade