0

Papa revela desejo de visitar Sudão do Sul em 2020

Francisco já fez retiro espiritual com líderes do país

9 jan 2020
08h50
  • separator
  • 0
  • comentários

O papa Francisco revelou nesta quinta-feira (9), durante encontro com embaixadores estrangeiros no Vaticano, que pretende visitar o Sudão do Sul em 2020.

Papa Francisco durante encontro com corpo diplomático no Vaticano
Papa Francisco durante encontro com corpo diplomático no Vaticano
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

O líder católico já havia cogitado viajar ao país mais jovem do mundo em 2018 e 2019 e, no ano passado, recebeu o presidente Salva Kiir e o líder da oposição Riek Machar para um "retiro espiritual".

Na ocasião, o Papa beijou os pés dos dois líderes. A menção ao Sudão do Sul ocorreu em um momento do discurso em que Francisco falava sobre conflitos em nações africanas.

"Sob tal perspectiva, olho também ao Sudão, com o desejo de que seus cidadãos possam viver na paz e na prosperidade e colaborar para o crescimento democrático e econômico do país; à República Centro-Africana, onde, em fevereiro passado, foi assinado um acordo global para colocar fim a mais de cinco anos de guerra civil; e ao Sudão do Sul, que espero poder visitar ao longo deste ano e ao qual dediquei uma jornada de retiro em abril passado", declarou.

Governo e oposição negociam a formação de um gabinete de transição no Sudão do Sul e o fim de um conflito que já dura mais de cinco anos. Um acordo de paz ratificado em setembro de 2018 também prevê a criação de um Exército nacional que integre combatentes rebeldes.

Machar foi vice-presidente até 2013, quando deflagrou uma rebelião contra Kiir, que governa o país desde sua independência, em 2011.

Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade