PUBLICIDADE

Mundo

Papa Francisco condena ataque a Kharkiv e pede fim de guerras

19 mai 2024 - 09h45
(atualizado às 10h48)
Compartilhar
Exibir comentários

O papa Francisco condenou neste domingo (19) o novo ataque contra a cidade de Kharkiv, na Ucrânia, em meio ao conflito com a Rússia, e fez um apelo para que haja "coragem" para travar as guerras.

    "O meu pensamento dirige-se em particular à cidade de Kharkiv, que sofreu um ataque há dois dias. Pensemos na Terra Santa, na Palestina, em Israel, pensemos em tantos lugares onde há guerras", pediu o Pontífice após a recitação da oração do 'Regina Coeli'.

    Durante a solenidade de Pentecostes, que conclui o Tempo Pascal no calendário católico, Francisco rezou ainda para o Espírito Santo conduzir "os chefes das nações e todos nós a abrir portas de paz".

    O líder da Igreja Católica pediu a "coragem de fazer gestos de diálogo, que levem ao fim das guerras, as tantas guerras de hoje", e reforçou que "o Espírito Santo é quem cria a harmonia e a cria a partir de realidades diferentes, às vezes até conflitantes".

    "Rezemos ao Espírito Santo, amor do Pai e do Filho, para que crie harmonia nos corações, harmonia nas famílias, harmonia na sociedade, harmonia no mundo inteiro", concluiu ele, apelas "para que o Espírito faça crescer a comunhão e a fraternidade entre os cristãos das diversas confissões".

    Na última sexta-feira (17), o Ministério da Defesa da Rússia disse que seu agrupamento militar "Norte" assumiu o controle de 12 assentamentos na região ucraniana de Kharkiv na última semana.

    Segundo autoridades locais, Moscou realizou uma série de ataques aéreos em áreas residenciais na cidade localizada na região nordeste da Ucrânia, ferindo pelo menos 20 pessoas. .

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade