2 eventos ao vivo

Papa Francisco acolhe renúncia de cardeal Angelo Becciu

Religioso era prefeito da Congregação para as Causas dos Santos

24 set 2020
16h16
atualizado às 16h25
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O papa Francisco aceitou nesta quinta-feira (24) a renúncia do cardeal italiano Angelo Becciu, prefeito da Congregação para as Causas dos Santos e uma das mais altas figuras da hierarquia do Vaticano.

Religioso era prefeito da Congregação para as Causas dos Santos
Religioso era prefeito da Congregação para as Causas dos Santos
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

Em um breve comunicado, a Santa Sé informou que o religioso de 72 anos também renuncia aos "direitos relacionados ao cardinalato".

O texto, no entanto, não revela os motivos da saída de Becciu, mas há relatos de que a decisão foi comunicada pelo próprio Pontífice em uma audiência extraordinária.

Esta é a primeira vez desde que Jorge Bergoglio assumiu o pontificado que um cardeal da Cúria renuncia ao cargo, além do ofício em seu próprio dicastério, e aos direitos vinculados ao cardinalato.

Becciu, criado cardeal pelo próprio papa Francisco em 2018, não conseguiu regressar ao seu apartamento nesta noite, pois a notícia de sua renúncia já havia sido publicada oficialmente no boletim da Sala de Imprensa do Vaticano.

Antes de ser nomeado para Congregação para a Causa dos Santos, o religioso foi figura de destaque na diplomacia da Santa Sé, como substituto dos Assuntos Gerais do Secretário de Estado do Vaticano, cargo para o qual foi escolhido pelo Papa emérito Bento XVI.

Ele também já foi núncio apostólico em Angola e em Cuba. Em 2019, Becciu rejeitou as acusações de envolvimento em investimentos imobiliários da Santa Sé em Londres, considerados irregulares e que estão atualmente sob investigação da Justiça do Vaticano.

Veja também:

Erupção vulcânica obriga milhares a fugir na Indonésia
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade