3 eventos ao vivo

Rússia diz que governo sírio concorda em princípio com conferência

24 mai 2013
07h49
atualizado às 07h58

A Rússia afirmou nesta sexta-feira que o governo sírio havia concordado, em princípio, em participar de uma conferência internacional de paz proposta por Rússia e Estados Unidos, e criticou o que chamou de tentativas de minar os esforços de paz.

"Damasco manifestou sua disponibilidade, em princípio, para participar da conferência internacional para que os próprios sírios encontrem um caminho político e uma solução", disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores russo, Alexander Lukashevich.

O vice-chanceler da Síria, Faisal Mekdad, disse após reunião em Moscou na quarta-feira que o governo vai decidir em breve se participará da conferência destinada a colocar juntos representantes do governo e da oposição para conversar.

Lukashevich disse que a ação internacional, incluindo a resolução de 15 de maio da Assembleia Geral da ONU que elogiou a oposição e condenou as forças do presidente Bashar al-Assad, "essencialmente levaram (a oposição) a rejeitar as negociações".

A Rússia tem blindado Assad durante os mais de dois anos de um conflito que já matou pelo menos 80.000 pessoas na Síria, opondo-se a sanções contra o governo sírio, entregando armas, e bloqueando, junto com a China, três resoluções apoiadas pelo ocidente no Conselho de Segurança da ONU.

(Reportagem de Thomas Grove)

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
publicidade