0

Atentado perto de escola deixa ao menos 18 mortos na Síria

Os ataques aconteceram em bairro onde predominam os alauitas, a minoria a qual pertence o presidente sírio Bashar al-Assad

1 out 2014
09h17
  • separator
  • comentários

Pelo menos 18 pessoas, incluindo crianças, morreram e quase 40 ficaram feridas nesta quarta-feira em atentados com carro-bomba na cidade síria de Homs, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Polícia faz inspeção próximo de área onde dois carros-bombas explodiram nesta quarta-feira
Polícia faz inspeção próximo de área onde dois carros-bombas explodiram nesta quarta-feira
Foto: SANA / AFP

A bordo do veículo estava um "terrorista suicida", que detonou os explosivos na hora em que os alunos deixavam o colégio Akrima Majzumi, afirmou Barazi por telefone.

"Há corpos completamente despedaçados e o balanço pode aumentar ante a quantidade de feridos graves nos atentados" afirmou o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman.

Os ataques aconteceram em bairro onde predominam os alauitas, a minoria a qual pertence o presidente sírio Bashar al-Assad.

Não é a primeira vez que um atentado acontece em áreas de maioria alauita em Homs, já que no passado houve ataques cuja autoria foi reivindicada pela Frente al Nusra, grupo terrorista sírio ligado à Al Qaeda.

O número de mortos documentados e verificados no conflito armado na Síria desde março de 2011 até abril deste ano é de 191.369 pessoas, entre elas quase nove crianças e menores, segundo a ONU.

Cidade de Kobani
As tropas do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) intensificaram seus ataques contra a cidade curda de Kobani, no norte da Síria, que esteve sob fogo de artilharia durante toda a noite, informou nesta quarta-feira a imprensa turca.

Segundo a emissora CNNTürk, os militantes do EI avançaram até tomar posições a dois quilômetros da cidade, onde as milícias curdas seguem resistindo.

As explosões de fogo de artilharia puderam ser ouvidas durante toda a noite, com intervalos de minutos, do lado turco da fronteira, a centenas de metros, segundo soldados do Exército da Turquia citados pela emissora.

Jatos de coalizão atingem Estado Islâmico na Síria
Forças lideradas pelos EUA lançaram ataques aéreos sobre combatentes do Estado Islâmico que cercam a cidade curda perto da fronteira da Síria com a Turquia, nesta quarta-feira, disseram fontes curdas locais e um grupo de monitoramento, em um raro ataque da coalizão durante o dia.

“Hoje, jatos norte-americanos atingiram uma vila a 4 ou 5 quilômetros a sudeste de Kobani, e escutamos que eles destruíram um tanque (do Estado Islâmico)”, disse Parwer Mohammed Ali, um tradutor do grupo curdo YPD à Reuters por telefone a partir de Kobani, cidade também conhecida pelo nome de Ain al-Arab.

Os Estados Unidos têm realizado ataques no Iraque contra o grupo militante desde julho e na Síria desde agosto, com a ajuda de aliados árabes e da Grã-Bretanha. Usando principalmente ataques aéreos, a coalizão busca danificar e destruir bases e forças do grupo separatista da al Qaeda que tomou grandes faixas territoriais nos dois países.

Esmat al-Sheikh, comandante das forças curdas defendendo Kobani, disse ter havido cinco ataques, mas ele não sabia ainda se tinham sido bem sucedidos. “Os jatos ainda estão circulando”, disse ele por telefone.

O chefe do Observatório Sírio de Direitos Humanos, Rami Abdulrahman, disse que fontes curdas na frente de batalha haviam visto combatentes mortos do Estado Islâmico nos locais dos ataques aéreos.

“Curdos viram os corpos”, disse ele.

Com informações da AFP, Reuters e EFE.

Desvendando o Estado Islâmico Desvendando o Estado Islâmico

Fonte: Terra
  • separator
  • comentários
publicidade