7 eventos ao vivo

OMS desaconselha uso de remdesivir para pacientes hospitalizados com Covid-19

19 nov 2020
21h43
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O medicamento remdesivir, da Gilead, não é recomendado para pacientes hospitalizados com a Covid-19, não importando o quão grave for o quadro da doença, e não há evidências de que o remédio aumente as chances de sobrevivência ou reduza a necessidade de ventilação mecânica, afirmou um painel da Organização Mundial da Saúde (OMS). 

Ampola de remdesivir
Ulrich Perrey/Pool via REUTERS
Ampola de remdesivir Ulrich Perrey/Pool via REUTERS
Foto: Reuters

"O painel encontrou falta de evidências de que o remdesivir melhore resultados que importem para pacientes, como a redução da mortalidade ou da necessidade por ventilação mecânica, tempo para melhora clínica, entre outros", diz a orientação. 

A recomendação é mais um revés para o medicamento, que atraiu atenções no mundo todo como um potencial tratamento para a Covid-19 em meados do ano, após testes iniciais se mostrarem promissores. 

No final de outubro, a Gilead cortou sua previsão de receitas de 2020, citando uma demanda abaixo da esperada e uma dificuldade em prever as vendas do remdesivir. 

O medicamento antiviral é um dos dois únicos tratamentos atualmente autorizados para tratar pacientes de Covid-19 em todo o mundo, mas uma pesquisa ampla liderada pela OMS conhecida como Estudo Solidariedade mostrou no mês passado que a substância não tem efeitos sobre mortalidade em um período de 28 dias ou em estadia em hospitais para pacientes com a Covid-19.

Veja também:

Os traumáticos testes forçados de virgindade no Egito
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade