0

Nova líder da Bolívia quer eleição logo; rivais planejam protestos

13 nov 2019
16h18
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A nova presidente interina da Bolívia prometeu nesta quarta-feira realizar uma nova eleição o mais cedo possível e repudiou os atos de "vingança" de apoiadores ressentidos do ex-líder Evo Morales, que renunciou em reação a protestos contra uma eleição questionada.

Presidente interina da Bolívia Jeanine Añez
13/11/2019
REUTERS/Carlos Garcia Rawlins
Presidente interina da Bolívia Jeanine Añez 13/11/2019 REUTERS/Carlos Garcia Rawlins
Foto: Reuters

A vice-presidente conservadora do Senado, Jeanine Añez, de 52 anos, assumiu a vaga temporariamente na terça-feira de Bíblia na mão. Morales se refugiou no México após o fim de seu governo socialista de 14 anos na nação andina.

"Deus abençoe vocês e nos permita ser livres e realizar eleições transparentes em breve", tuitou Añez nesta quarta-feira em uma mensagem aos jovens bolivianos.

Sua chegada ao palácio presidencial enfrenta de imediato uma contestação por parlamentares leais a Morales, que têm maioria no Parlamento e ameaçaram realizar uma sessão rival para anular sua indicação.

Após semanas de protestos violentos contra uma suposta fraude eleitoral, e depois em reação à renúncia de Morales, a capital La Paz estava mais calma nesta quarta-feira, mas dezenas de manifestantes protestaram do lado de fora do palácio na tentativa de bloquear o acesso.

Durante as 48 horas de tumultos do final de semana, policiais amotinados se juntaram às passeatas, aliados abandonaram Morales, a Organização dos Estados Americanos (OEA) declarou que sua reeleição foi manipulada e os militares o exortaram a sair.

Morales manteve o tom desafiador no México, acusando líderes da oposição de golpe. Apoiadores, inclusive um sindicato de professores, planejavam manifestações pró-Morales, primeiro presidente indígena da Bolívia e amado pelos pobres quando tomou posse em 2006.

Veja também:

Os navios gigantescos que a pandemia mandou para o desmanche
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade