0

Netanyahu nega corrupção e diz que 'não há provas' de crime

Polícia, por sua vez, recomendará a abertura de processo

14 fev 2018
08h16
atualizado às 08h52
  • separator
  • comentários

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, rechaçou nesta quarta-feira (14) as acusações de corrupção feitas em um relatório policial contra ele e afirmou que "não há provas" para acusá-lo.

Netanyahu nega corrupção e diz que 'não há provas' de crime
Netanyahu nega corrupção e diz que 'não há provas' de crime
Foto: EPA / Ansa - Brasil

Em um pronunciamento, ele afirmou que a "verdade será revelada" e que continuará comandando o país porque "isso não dará em nada".

"Eu quero garantir aos cidadãos que o governo está estável e continuarei a liderar Israel responsavelmente por vocês, povo israelense, que me escolheu para liderá-los", destacou Netanyahu. Ele ainda destacou que "não há chance" de antecipar as eleições por conta dessa investigação.

Ontem (13), a polícia israelense informou à mídia local que recomendará a abertura de processo contra o premier nos dois casos em que ele é investigado. O primeiro refere-se a um suposto pedido de Netanyahu ao líder de um jornal do país,"Yediot Aharonot", para fazer uma cobertura positiva de seu governo para ajudá-lo em pesquisas.

Já o segundo aponta que Netanyahu e sua esposa receberam "presentes" de mais de US$ 280 mil para ajudar o milionário Arnon Milchan a obter um visto dos Estados Unidos. Além disso, esses "presentes" teriam ajudado ainda a amigos de Milchan, norte-americanos, a ganhar isenções de taxas federais nos investimentos em território israelense.

Ansa - Brasil   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade