PUBLICIDADE

Navio de cruzeiro chega na Itália com 150 casos de Covid

País vive explosão nos contágios pelo novo coronavírus

3 jan 2022 12h30
| atualizado às 12h39
ver comentários
Publicidade

Cerca de 150 passageiros do navio de cruzeiro MSC Grandiosa testaram positivo para a Covid-19 antes de desembarcar em Gênova, noroeste da Itália, nesta segunda-feira (3).

Navio MSC Grandiosa em foto de arquivo
Navio MSC Grandiosa em foto de arquivo
Foto: EPA / Ansa - Brasil

A embarcação é proveniente de Marselha, na França, e os indivíduos infectados - em sua maioria italianos - foram isolados em suas respectivas cabines enquanto aguardam uma intervenção da empresa e da Capitania dos Portos.

Os contaminados com residência na Itália serão enviados para casa em veículos protegidos fornecidos pela MSC, enquanto os estrangeiros serão alocados em uma unidade de saúde em Gênova.

Se não houver lugar para todos, os passageiros serão transferidos para a região do Piemonte. Já o navio, que partiria para Civitavecchia na tarde desta segunda, não poderá zarpar antes de uma sanitização completa.

A Itália vive uma explosão nos casos de Covid, e a média móvel de contágios no país chegou a 97.226 no último domingo (2), maior número desde o início da pandemia, enquanto a de mortes está em 148, cifra mais alta desde 24 de maio.

Contudo, os óbitos estão crescendo em ritmo muito mais lento que os casos devido ao fato de a Itália ter quase 80% de sua população com o primeiro ciclo de vacinação concluído, o que faz com que os contágios provocados pela variante Ômicron sejam em sua maioria assintomáticos ou com sintomas leves.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade